Tamanho do texto

Sem o WR-V, marca oferece para os japoneses novidade na linha Fit equipada com motor a combustão que funciona com outro elétrico

O Honda Fit Hybrid Cross Style será a opção
Divulgação/Honda
O Honda Fit Hybrid Cross Style será a opção "off-road" para os japoneses, embora seja apenas uma mudança no design

Enquanto no Brasil temos o WR-V, os japoneses ganham uma versão aventureira do Honda Fit, chamada Hybrid Cross Style e que será vendida apenas no Japão. Tem uma receita semelhante ao antigo Fit Twist, com detalhes de design que imitam um carro off-road , mas sem receber mudanças mecânicas para isso, e estará disponível somente com o conjunto híbrido do monovolume.

LEIA MAIS: Honda WR-V, HR-V e CR-V- entenda as diferenças entre os três aventureiros

Para tornar-se o Cross Style, o Honda Fit passou por mudanças em seu desenho. Recebeu apliques de plástico preto nos para-choques, saias laterais e sobre as caixas de roda, além de proteção emborrachada que atravessa as laterais das portas. A traseira ainda recebeu um adesivo preto fosco no fim da tampa do porta-malas. Não mostraram fotos do interior, porém deve continuar o mesmo da versão reestilizada.

Sob o capô do aventureiro está o sistema híbrido usado no Fit no Japão e alguns países da Ásia. Conta com o motor 1.5 i-VTEC, de ciclo Atkinson, de 110 cv, ante 120 cv da versão normal (ou 115 no modelo nacional, sem injeção direta). Trabalha junto com o motor elétrico de 30 cv, gerando no total 137 cv e 17,3 kgfm de torque. Ao invés do câmbio CVT, utiliza caixa  automatizada de dupla embreagem e sete marchas.

LEIA MAIS: Honda trabalha em nova plataforma para modelos mais em conta no Brasil e India

Apesar da pegada aventureira, estará disponível apenas com conjunto mecânico híbrido, com 137 cv de potência ao todo
Divulgação/Honda
Apesar da pegada aventureira, estará disponível apenas com conjunto mecânico híbrido, com 137 cv de potência ao todo

Esse conjunto foi atualizado em relação ao modelo pré-facelift . Segundo a marca, seu rendimento agora chega a 25 km/l, contra os 21,3 km/l da versão híbrida anterior e os 17,2 km/l registrados pelo Fit mundial. Também está mais potente, já que o modelo antigo gerava apenas 100 cv no total. Suas baterias de íon-lítio têm 50% mais capacidade, permitindo o uso do modo puramente elétrico por mais tempo.

LEIA MAIS:  Honda Fit renovado é flagrado em testes. Chega ao Brasil no segundo semestre

Retoques no visual 

Os japoneses esquecem a existência do WR-V nacional e apostam no Honda Fit Cross Style. Como sua motorização é a híbrida, não disponível no Brasil e já temos o WR-V para ocupar esse papel de aventureiro (embora a marca o chame de SUV), as chances de ser vendido por aqui são praticamente nulas.

A novidade para o Fit no mercado brasileiro será a chegada da linha 2018, que irá estrear a reestilização já disponível no resto do mundo, recebendo novos faróis e algumas mudanças no acabamento. Além disso, a marca também lançará a versão renovada do sedã City e a nova geração do SUV CR-V.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.