Tamanho do texto

Com 1.180 cv de potência, modelo elétrico será capaz de ir de 0 a 250 km/h em apenas 7,8 segundos. Saiba mais detalhes do superesportivo do futuro

Ariel Hipercar: primeiros esboços oficias mostram que a aparência do supercarro está de acordo com seu desempenho
Divulgação
Ariel Hipercar: primeiros esboços oficias mostram que a aparência do supercarro está de acordo com seu desempenho

Você consegue imaginar o famoso recordista de velocidade Bugatti Chiron no retrovisor de um outro supercarro? Então é melhor colocar essa imagem na sua cabeça. Este aí da foto acima é o Hipercar, o modelo mais rápido da história fabricado pela inglesa Ariel, famosa pelo modelo de competição Atom.

LEIA MAIS: Carro mais caro do Brasil, Lamborghini de R$ 5 milhões desfila na estrada

Para desbancar qualquer outro supercarro , a Ariel desenvolveu um motor turbo-elétrico de outro mundo. Um não… Quatro. Cada motor elétrico do Hipercar gera, aproximadamente, 295 cv de potência, totalizando 1.180 cv na roda. Pisando fundo, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 2,4 segundos. E se isso não serviu para te deixar surpreso, saiba que ele também atinge os 160 km/h em 3.8 segundos! Para chegar em sua velocidade máxima de 250 km/h, o Hipercar levará o mesmo tempo que a última geração do Honda Civic Si demora para atingir 100 km/h: cerca de 7,8 segundos.

Os motores do Ariel Hipercar precisam de um sofisticado sistema de refrigeração para não correrem risco de ter falhas
Ariel Hipercar
Os motores do Ariel Hipercar precisam de um sofisticado sistema de refrigeração para não correrem risco de ter falhas

Mas é claro que tanta potência precisaria de uma bateria especial para não acabar com a brincadeira tão rápido. De fato, 190 km é uma autonomia bem pequena para carros elétricos nos dias de hoje. Pensando nisso, a Ariel instalou uma microturbina que oferece cerca de 15 minutos de potência total quando a carga estiver acabando. E considerando a descarga de potência do Hipercar, os 50 minutos para a recarga completa até que soam razoáveis.

LEIA MAIS: Michelin lança pneu especial para supercarros. E nós aceleramos alguns deles.

Patada

A nova investida da Ariel foi fabricada com monocoque de alumínio com partes em fibra de carbono. E para deixar o supercarro ainda mais leve, motores e câmbio pesam, juntos, apenas 57 kg. “Queremos que o modelo de tração integral tenha algo em torno de 1.500 kg”, diz Simon Saunders, chefão da Ariel, em uma entrevista para o site australiano CarAdvice. “Também temos planos de lançar uma versão mais leve, sem tração integral”.

LEIA MAIS: Monstro na pista, aceleramos o insano Mercedes-AMG GT R

A traseira também conta com desenho bastante arrojado. Tubo central dá ideia que vem com motor a combustão
Divulgação
A traseira também conta com desenho bastante arrojado. Tubo central dá ideia que vem com motor a combustão

Porém, teremos que esperar até ver o design definitivo do supercarro. O Hipercar é uma iniciativa da parceria entre a Ariel com a Equipmake of Hethal e a Delta Motorsport de Silverstone. E ainda de acordo com o CEO da marca, o modelo respeita as leis cada vez mais restritivas da nova política de emissões. Assim como os outros modelos da Ariel - Nomad e Atom - o Hipercar terá preço bem convidativo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.