Tamanho do texto

Modelo que parece ter saído de um filme futurista deve chegar ao mercado em 2025. Assista ao vídeo do modelo em movimento

Lilium Jet mostra que o futuro está logo ali. Carro voador pode chegar ao mercado dentro de sete anos, segundo estimativas
Divulgação
Lilium Jet mostra que o futuro está logo ali. Carro voador pode chegar ao mercado dentro de sete anos, segundo estimativas

Você se lembra do clássico Blade Runner, estrelado por Harrison Ford ,em 1982? No filme, o aclamado ator interpreta Rick Deckard, um caçador de andróides que cruza uma Nova Iorque pós-apocalíptica em um estranho carro cyberpunk voador. Há pouco tempo, seria difícil imaginar algo do tipo fora da ficção. Mas é bom ir se acostumando com a ideia, pois pelo andar das coisas, você poderá ter um na garagem em alguns anos.

LEIA MAIS: Volkswagen terá novo carro elétrico até 2020

A Lilium, startup de desenvolvimento alemã, recebeu um aporte milionário para financiar o projeto de um carro voador para cinco pessoas. E como se a ideia já não fosse incrível o suficiente, ele ainda será autônomo. Com a ajuda de alguns milionários com dinheiro sobrando - entre eles os criadores de Skype e Twitter, Niklas Zennström e Evan Williams - a startup conseguiu US$ 90 milhões para tirar o conceito do papel.

A primeira aparição do modelo de teste aconteceu no primeiro semestre deste ano, revelando um mini-jato que decola e pouca verticalmente, dispensando pistas de pouso complexas. Portanto, você não precisará ser o John Travolta e ter um aeroporto com duas pistas em sua mansão. Em movimento, o Lilium Jet consegue atingir até 300 km/h. Na velocidade máxima, a aeronave terá autonomia de uma hora. Digno de um filme de Star Wars, não?

LEIA MAIS: Carros elétricos superam desconfianças e começam a se popularizar

O Lilium Jet será impulsionado por turbinas elétricas e um vasto conjunto de motores montados nas asas. E para pilotá-lo, apenas com licença de aeronave esportiva.

Voando baixo

Segundo a fabricante, o Lilium Jet dispensa grandes estruturas caras e complexas. A verdadeira intenção é que seus clientes realmente possam decolar diretamente de suas casas. Para o time de engenharia, o Jet vai abrir portas para uma nova geração de aviões acessíveis, simples e amigáveis ao meio-ambiente. “Nós derrubamos alguns dos desafios mais complexos da engenharia aeronáutica para transformar o Jet em algo viável”, diz o co-fundador da Lilium, Daniel Wiegand.

LEIA MAIS: Tesla Model 3 está confirmado para chegar ao Brasil

Com base em sua eficiência, e na infraestrutura mínima requerida, Wiegand diz que o Lilium Jet poderá fazer vôos urbanos com preços de táxi convencionais e cinco vezes mais velocidade que em um carro. A expectativa é que as primeiras unidades do carro voador cheguem aos clientes em meados de 2025, isso se as leis aeronáuticas não atrapalharem o processo até lá. Confira no vídeo acima o Lilium Jet em ação.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.