Tamanho do texto

Marca japonesa terá nova linha de híbridos e elétricos para desbancar a Tesla Motors

Toyota Prius Prime: versão  plug-in do modelo da marca japonesa pode ter as baterias recarregadas em tomadas domésticas
Divulgação
Toyota Prius Prime: versão plug-in do modelo da marca japonesa pode ter as baterias recarregadas em tomadas domésticas

Que o futuro é dos elétricos, você deve estar cansado de saber. Cada vez mais, fabricantes se mobilizam para entregar o produto com melhor eficiência energética e sustentabilidade possível. Para o começo da próxima década, Volkswagen, Audi e BMW já estão com novos lançamentos marcados no calendário. E a Toyota não vai ficar para trás.

LEIA MAIS: Toyota Prius mostra que é possível ser dono de híbrido no Brasil

O Salão de Detroit (EUA) começa em quatro meses, e a marca japonesa apresentará sua nova estratégia global para carros elétricos. Apesar de ser a fabricante do Prius, o carro amigável ao meio ambiente mais vendido do mundo, a Toyota perdeu um pouco de espaço para a tecnológica Tesla nos últimos anos. Mas as coisas devem retornar aos trilhos com o anúncio de uma nova gama de veículos híbridos e elétricos. A previsão é que eles estejam à venda até o começo da próxima década.

Elon Musk, o gênio por trás da Tesla Motors, foi apelidado de
Divulgação
Elon Musk, o gênio por trás da Tesla Motors, foi apelidado de "Tony Stark da Vida Real" pelos investimentos malucos em tecnologia. Além da construção de um trem supersônico que vai ligar Los Angeles e São Francisco, o executivo financiará uma viagem para Marte.

A Toyota apostará em uma nova tecnologia, mais leve e eficiente que as baterias de lítio que são utilizadas pela concorrência. Com isso, a marca também espera uma redução considerável no tempo de recarga. Rumores recentes apontam que os veículos elétricos da Toyota serão produzidos na nova fábrica da marca nos Estados Unidos, feitos em parceria com a Mazda.

Eletrificando

Volkswagen I.D. é o símbolo do futuro elétrico da marca alemã, que lançará nova linha eletrificada a partir de 2020
Divulgação
Volkswagen I.D. é o símbolo do futuro elétrico da marca alemã, que lançará nova linha eletrificada a partir de 2020

A Volkswagen pretende limpar sua reputação no Dieselgate com o lançamento de uma nova linha de produtos elétricos. Um hatchback, um crossover e a releitura moderna da Kombi estão nos planos da marca. O primeiro modelo deve surgir em 2020, com os próximos a serem lançados a partir dos anos seguintes. O carro-chefe da investida, o conceito I.D. Hatchback, foi apresentado no Salão de Paris (França), em 2016, com autonomia próxima dos 600 km. A intenção da marca é atacar o mesmo segmento de Chevrolet Bolt e Tesla Model 3.

LEIA MAIS; Volkswagen terá novo carro popular elétrico em meados de 2020

Além de apresentar a renovação do i3, a BMW revelou no Salão de Frankfurt (Alemanha), que termina no próximo dia 24, o primeiro conceito do X7, que terá versões híbridas. A Audi, por sua vez, mostrou o conceito de um possível concorrente para o BMW X4, também apostando na motorização elétrica.

Rota 2030

Por aqui, a Toyota vende o Prius. Como foi dito anteriormente, o carro é o híbrido mais vendido do mundo, e poderá ficar mais em conta com o novo regime automotivo que irá suceder o Inovar-Auto ao final de 2017. A chamada Rota 2030. Com o novo programa, estão previstas reduções de impostos, foco em eficiência energética e simplificação de cobranças. De acordo com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, carros híbridos e elétricos serão muito beneficiados.

LEIA MAIS: Conheça o Toyota Yaris, sedã que pode aparecer no Brasil no ano que vem

Toyota C-HR: SUV híbrido deverá ser trazido para o Brasil, vindo da Turquia, a partir do ano que vem
Divulgação
Toyota C-HR: SUV híbrido deverá ser trazido para o Brasil, vindo da Turquia, a partir do ano que vem

E a própria Toyota está planejando uma abordagem que promete chacoalhar o mercado. Previsto para desembarcar no Brasil em 2018 com fortes traços de sotaque turco, o utilitário esportivo CH-R aparecerá para concorrer com Honda HR-V, Jeep Renegade e companhia. O preço não deve ficar muito distante do atual Toyota Prius, colocando o C-HR entre os carros híbridos mais em conta do Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.