Tamanho do texto

Sedã será uma das principais atrações do Salão de Detroit, nos EUA, em janeiro de 2018. Saiba mais detalhes da novidade

Volkswagen NMC é um protótipo que serviu de inspiração para o sedã Arteon e vai servir de base para o novo VW Jetta
Divulgação
Volkswagen NMC é um protótipo que serviu de inspiração para o sedã Arteon e vai servir de base para o novo VW Jetta

A Volkswagen da América do Norte confirma que a nova geração do sedã VW Jetta será um dos destaques do Salão de Detroit (EUA), que acontecerá entre os dias 13 e 28 de janeiro de 2018, informa o site Indian Autos Blog. De acordo com a publicação, o CEO Heirich Woebcken disse que o carro terá ares de cupê, com aspecto bastante moderno e com caráter “forte” e “emocional”.

LEIA MAIS: VW lança novo Arteon, que substitui o CC e inaugura estilo mais arrojado

O que se sabe também é que a fabricante alemã desenvolveu o novo VW Jetta com o mercado americano como prioridade e vai demonstrar que a marca está mudando e ouvindo tanto clientes quanto concessionários para chegar ao que a demanda atual realmente deseja. Entre outros detalhes, o novo Jettta já terá disponível, logo no lançamento nos Estados Unidos, a versão esportiva R-Line, assim como opção de câmbio manual.

Mesmo estilo do Arteon

Traseira do VW NMC também é parecida com a que será adotada na nova geração do sedã Jetta
Divulgação
Traseira do VW NMC também é parecida com a que será adotada na nova geração do sedã Jetta

Imagens do novo Jetta que acabaram aparecendo na internet antes da estreia no Salão de Detroit (EUA) revelam que a frente do novo modelo será baseada na do sedã Arteon (e no protótipo NMC), o sucessor do Passat CC, o que é uma boa notícia para quem já estava cansado de confundir o desenho dos sedãs da fabricante alemã. Faróis mais largos, cujos traços se unem aos da grade frontal estão entre os detalhes marcantes do novo sedã, que também terá lanternas estilosas na traseira, estreitas e com LED no lugar das lâmpadas convencionais. 

LEIA MAIS:  Novo sedã VW Virtus começa a ser vendido no Brasil a partir de janeiro

Assim como por fora, o interior também segue o estilo do Arteon, o que inclui a disponibilidade do quadro de instrumentos digital e configurável, item que vai se espalhar por toda a linha da Volkswagen no mundo. Também haverá uma central multimídia com tela sensível ao toque e que, dependendo da versão, deverá funcionar até meio de gestos, sem necessidade de tocar no mostrador.

O novo VW Jetta vai ser fabricado no México, onde a maior parte da produção está sendo voltada para a nova geração do SUV Tiguan e onde modelos como Golf e Fusca (Beetle) estão deixando a linha de montagem. O novo sedã será fabricado com motores 1.4, 1.8 e 2.0 turbo, pelo menos no mercado norte-americano. Mais informações deverão aparecer numa data mais próxima da apresentação do carro no Salão de Detroit (EUA), em janeiro próximo. 

LEIA MAIS:  VW confirma a chegada de dois SUVs inéditos e de uma picape

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.