Tamanho do texto

Novo modelo mostra certa regularidade nas vendas desde que foi lançado, mas num patamar que não assusta os líderes do mercado com um todo

Renault Kwid: pelo menos por enquanto, vem mantendo uma média um pouco acima das 2.500 unidades por mês
Divulgação
Renault Kwid: pelo menos por enquanto, vem mantendo uma média um pouco acima das 2.500 unidades por mês

O levantamento da primeira quinzena de outubro divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) revela um novo cenário entre os carros mais vendidos do Brasil. O Renault Kwid, que assumiu a segunda colocação entre os destaques de setembro, aparece em apenas 15º nas parciais, conferindo uma queda de treze colocações na tabela.

LEIA MAIS: Up!, Mobi e Kwid representam razão, emoção e modinha

Mas será que as vendas do modelo que ficou conhecido o SUV dos compactos realmente despencaram? Pois bem, a reportagem de iG Carros foi atrás das informações corretas para descobrir o que houve. O Renault Kwid foi atração da marca para o Salão de Buenos Aires (Argentina) em junho, e a marca francesa escolheu a ocasião para iniciar a pré-venda do modelo aqui no Brasil. Foram três meses de antecipação, com entregas previstas para o começo de setembro.

LEIA MAIS: Renault Kwid Zen vale R$ 35 mil? Veja a avaliação

Ou seja, o levantamento divulgado pela Fenabrave concentra também as unidades do Kwid que foram adquiridas em junho, julho e agosto, ainda em pré-venda. Trata-se de um acúmulo que foi escoado em um único mês, elevando o status do Kwid em setembro. Dividindo as 10,3 mil unidades que foram vendidas nos três meses de pré-venda e no primeiro mês de entrega, chegamos a uma média de 2.575 carros vendidos por mês. A média de emplacamentos, aliás, promete ser cumprida em outubro. Até a metade do mês, o Renault Kwid emplacou 1.301 unidades.

Mobi na frente

Fiat Mobi Drive:  no segmento de subcompactos, o modelo da marca italiana ainda lidera, mas pode perder o trono
Divulgação
Fiat Mobi Drive: no segmento de subcompactos, o modelo da marca italiana ainda lidera, mas pode perder o trono

Apesar de alguns proprietários estarem se queixando de atrasos nas entregas por conta de um problema no freio traseiro, não houve queda nas vendas do Kwid. O compacto da Renault mantém o mesmo número de emplacamentos desde seu lançamento. Resta saber se a ideia de ter um hatch com bom espaço para o solo e visual encorpado vai pegar de verdade no Brasil.  

LEIA MAIS: Renault Kwid enfrenta Fiat Mobi, mas não tem vida fácil

Na quinzena, o Renault Kwid continua atrás do Fiat Mobi, mas consegue uma posição de destaque se compararmos ao Volkswagen Up!. O compacto da marca italiana emplacou 1.762 unidades, enquanto o modelo da fabricante alemã fica na casa dos 1.034 emplacamentos, ainda conforme os dados preliminares divulgados pela Fenabrave.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.