Tamanho do texto

A Ferrari lança o FXX-K Evo, o "santo graal" dos carros de pista que desafia até as máquinas de corrida mais avançadas

Ferrari FXX-K Evo: superesportivo para uso exclusivo em pistas de corrida reúne todo o potencial tecnológico da marca
Divulgação
Ferrari FXX-K Evo: superesportivo para uso exclusivo em pistas de corrida reúne todo o potencial tecnológico da marca

A Ferrari apresenta na Finali Mondiali 2017 em Mugello (Itália) a evolução de seus carros de corrida extremos. Baseado na LaFerrari, o modelo de topo e mais exclusivo da marca, o lançamento é chamado de FXX-K Evo. Trata-se de um corredor nato e que representa o máximo potencial da Ferrari em tecnologia e desenvolvimento para as pistas. 

LEIA MAIS: Com quase 600 cv de potência, Ferrari apresenta a nova Portofino

A Ferrari lançou sua primeira versão extrema em 2005, baseada na Ferrari Enzo, que recebeu o nome de Ferrari FXX. O resultado foi um projeto bem sucedido, pois muitas tecnologias foram desenvolvidas e, em seguida, aplicadas nos modelos de produção. Com isso, a marca italiana adotou a política de, de tempos em tempos, utilizar de seus carros mais sofisticados para as edições chamadas de “XX”, sempre voltadas para as pistas.

Aerodinâmica

A FXX-K Evo teve a sua aerodinâmica aprimorada em 23% em relação à sua antecessora (a FXX-K) e 75% em relação à LaFerrari, versão de rua que serviu de base para seu desenvolvimento. Os ganhos absurdos nesse quesito fazem o carro de pista quase se equiparar aos modelos GT de corrida da Ferrari, gerando incríveis 830 kg de pressão aerodinâmica adicionais, quando o carro atinge velocidade máxima,  o que ajuda a estar sempre grudado na pista, inclusive nas curvas.

LEIA MAIS: Ferrari mostra novo cupê com motor dianteiro mais potente da história da marca

O carro vem com várias peças aerodinâmicas, que não só dão a aparência bastante agressiva, mas ajudam no desempenho
Divulgação
O carro vem com várias peças aerodinâmicas, que não só dão a aparência bastante agressiva, mas ajudam no desempenho

Entre os itens que levaram a toda esse eficiência estão: novos defletores de ar, que se ajustam eletronicamente e trabalham em conjunto com uma nova asa traseira, geradores de vortex em partes como o capô e os sulcos da carroceria (contribuindo com a velocidade que o ar passa por cima do carro, que gera mais pressão aerodinâmica), além de melhorias na cauda e nos canais de ar dos para-choques. Para que, estruturalmente, a FXX-K Evo acompanhe a evolução do projeto, os engenheiros reprojetaram o sistema de suspensão, uma vez que o peso adicional gerado pela aerodinâmica exige muito do conjunto.

Motor

Ferrari FXX-K Evo é baseada na superlativa LaFerrari e vem com o V12 de 1050 cv instalado na parte traseira
Divulgação
Ferrari FXX-K Evo é baseada na superlativa LaFerrari e vem com o V12 de 1050 cv instalado na parte traseira

O motor é V12, de 860 cv, que aliado a um sistema híbrido (KERS), chega a produzir um total de 1050 cv e 90 kgfm. As baterias são recarregadas durante as frenagens e podem ser utilizadas nos seguintes modos de condução: para longas distâncias, qualificação (curtas distâncias), rápida recarga das baterias ou seleção manual para o seu uso. O sistema elétrico entrega seu potencial da maneira mais adequada possível, ou quando o piloto desejar. 

LEIA MAIS: Ferrari Daytona raríssima é encontrada no Japão, depois de 40 anos

Para os novos clientes e os que já possuem a antecessora Ferrari FXX-K, a versão Evo (que também inclui um novo volante, muito parecido com os utilizados na Formula 1) estará disponível como pacote adicional e, entre março de 2018 e outubro de 2019, eventos para clientes especiais irão acontecer ao redor do mundo e, assim, terão contato com essa supermáquina.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.