Tamanho do texto

Marca italiana equipa o seu modelo icônico com um motor elétrico, mais silencioso e que faz do scooter um amigo do meio ambiente

Vespa Elettrica:  scooter conhecido mundialmente agora tem motor elétrico na nova versão que poderá ser vendida na Brasil
Divulgação
Vespa Elettrica: scooter conhecido mundialmente agora tem motor elétrico na nova versão que poderá ser vendida na Brasil

A Vespa, marca italiana tradicional da Piaggio na produção de scooters, anuncia no Salão de Milão (Itália) a sua novidade, que traz a tendência futurista dos veículos, o motor elétrico. A marca cativa fans desde seu surgimento, em 1946,  por sua versatilidade e seu design amigável e delicado a baixos custos. Capaz de percorrer até 100 km antes da próxima recarga, a moto elétrica ganha mais conforto e suavidade durante o uso, além de contribuir com as reduções de emissão de poluentes ao meio ambiente.

LEIA MAIS: Nova Vespa é lançada no Brasil. Preços deverão partir de cerca de R$ 20 mil

A tecnologia é nova, mas ainda engatinha

A Vespa Elettrica, nome que recebe a nova versão da tradicional motocicleta, necessita de 4 horas de recarga após zerar os níveis de energia e, infelizmente, após 1000 recargas a autonomia da bateria perde até 20% de sua autonomia, durando um total de 10 anos. Os principais motivos para essa perda gradual de vida útil se deve ao patamar atual de desenvolvimento das tecnologias elétricas para veículos, que apesar de já ter evoluído bastante desde os primeiros projetos realizados, ainda há muito o que melhorar.

LEIA MAIS: Vespa ganha série limitada "Six Days" com estilo ainda mais retrô

Moto clássica, ideia do futuro

Quanto ao design, apesar das formas originais do scooter terem sido mantidas, recebe uma cor prata e um complemento em azul claro ou opção de amarelo alaranjado para as extremidades das linhas da lataria e rodas, para tematizar a moto clássica ao estilo “energia limpa” e enquadrar como sendo um projeto futurista. Seguindo com o contraste clássico e moderno, o painel recebe uma tela de 4,3 polegadas que, além de passar as informações essenciais para o uso da scooter, tem recursos como bluetooth e emparelhamento com o celular, possibilitando a realização de chamadas e envio/recebimento de mensagens de texto.

LEIA MAIS: Vespa mais antiga vai a leilão e poderá ser arrematada por até R$ 600 mil

As melhorias que estão por vir

Segundo a Vespa, a Elettrica é a base do desenvolvimento da que trarão mais tarde, a Elettrica X, que contará com um gerador a gasolina para o motor elétrico e renderá uma autonomia de até 200 km, o dobro da versão somente elétrica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.