Tamanho do texto

Modelo terminará o ano à frente de Ford Focus e Volkswagen Golf. Mas novas investidas contra ele estão saindo do forno

Chevrolet Cruze Sport 6: hatch médio atrai pelo custo -benefício, mas faz parte de um segmento em baixa no Brasil
Divulgação
Chevrolet Cruze Sport 6: hatch médio atrai pelo custo -benefício, mas faz parte de um segmento em baixa no Brasil

O levantamento publicado pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores) revela os números do segmento de hatches médios, que detém atualmente apenas 1,1% do mercado brasileiro. O Chevrolet Cruze continua sendo o modelo mais vendido de sua categoria, emplacando 749 unidades em novembro. Em relação ao mês anterior, em que o hatch da GM vendeu 631 unidades, trata-se de um crescimento de 35,93% em suas vendas.

LEIA MAIS: Toyota consegue título de marca mais vendida do mundo por antecipação

O segundo colocado no ranking dos hatches médios já demonstra menos fôlego que em meses mais áureos. O Ford Focus vendeu 435 unidades em novembro - 81 a menos que outubro. A queda é de 23,12%. O Volkswagen Golf surge em terceiro, com 241 unidades vendidas e alguns planos para tentar uma reação em seu segmento.  

Nas vendas acumuladas, o Cruze lidera com 6.761 emplacamentos entre janeiro e novembro de 2017. No mesmo período, a Ford conseguiu emplacar 4.350 unidades do Focus, enquanto a Volkswagen se esforçou para tirar 3.755 unidades do Golf das concessionárias. Desde que chegou em sua nova geração, o Chevrolet Cruze conseguiu o mesmo feito do compacto Onix, cravando a bandeira da GM na liderança de seu segmento. Mas novas movimentações apontam que o hatch médio americano não terá vida fácil nos próximos meses.

O futuro de Focus e Golf

Ford Focus 2018: mostrado na Argentina, modelo marca a última reestilização antes de mudar por completo
Divulgação
Ford Focus 2018: mostrado na Argentina, modelo marca a última reestilização antes de mudar por completo

O Ford Focus é apresentado na Argentina com atualizações interessantes na linha 2018 que também marcarão presença no hatch e no sedã vendidos no Brasil. Com a renovação, o Focus ganha novo fôlego e fica mais completo, mas preserva a mecânica do modelo 2017. Deve chegar ao País nos próximos meses.

LEIA MAIS: Carros que já venderam bem, mas hoje estão em baixa no mercado

Lá fora, a marca está se preparando para mostrar a nova geração do Focus, que deverá acontecer no próximo Salão de Genebra (Suíça), em março do ano que vem. Seguindo a linha de design do novo Fiesta europeu, o hatch é uma opção maior e mais sofisticada, como se nota, por exemplo, nos faróis em LED e um friso horizontal em seus centros. Entretanto, ainda não há previsão de quando o novo modelo chegará ao Brasil.

Volkswagen Golf reestilizado já foi pego sem disfarces, mas vai chegar às lojas apenas em março de 2018
Nicolas Tavares/iG
Volkswagen Golf reestilizado já foi pego sem disfarces, mas vai chegar às lojas apenas em março de 2018

O Golf, por sua vez, também está prestes a mudar. Conforme apurado pela reportagem do iG Carros, o modelo médio chegará às lojas com novo visual apenas em março de 2018, e deixará de ser oferecido com motor 1.6 aspirado. A partir do ano que vem, quem quiser um Volkswagen Golf terá que escolher entre os modelos 1.0, 1.4 e 2.0 turbo. Além disso, a VW já confirmou que vai trazer as versões híbrida (GTE ) e elétrica (e-Golf).

LEIA MAIS: Volkswagen prepara novo rival para o Jeep Compass. E se chamará Tarek

Atualmente, o VW Golf é fabricado no Brasil, México e na Alemanha, e há grandes chances do antigo destaque entre os hatches médios voltar a ser importado de seu país de origem. É certo que sua produção na linha de montagem de Puebla (México) será encerrada a partir de 2019. A decisão foi tomada por pressão do sindicato dos trabalhadores de Wolfsburg (Alemanha), que quer que a produção do modelo de concentre na Europa. O que acontecerá com sua linha de montagem em São José dos Pinhais (PR) continua incerto. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.