Tamanho do texto

Motivo da convocação é uma possível falha no comando da chave de setas, de acordo com a fabricante. Saiba mais detalhes

Fiat Uno é o modelo que tem mais unidades envolvidas na convocação por falha no comando da chave das setas
Divulgação
Fiat Uno é o modelo que tem mais unidades envolvidas na convocação por falha no comando da chave das setas

A FCA (Fiat Chrysler Automóveis) convoca os donos de todas as versões dos modelos Mobi (ano/modelo 2016 a 2018), Argo (2017/2018) e Uno (2014 a 2018) a comparecerem em uma das concessionárias da Fiat, a partir do próximo dia 18, para que seja providenciada a atualização gratuita do software da central eletrônica do comando da chave de setas. De acordo com a fabricante, é possível que uma eventual falha poderá acarretar no não funcionamento das luzes das setas, aumentando o risco de acidente.

LEIA MAIS: Fiat faz recall para quase todas as unidades do hatch compacto Argo

Ao todo, são 151.480 unidades envolvidas no recall da Fiat, sendo 56.371 do Mobi, 3.771 do Argo e 91.338 do Uno com os respectivos números de chassis (não sequenciais): Mobi - de 9BD341A40JY454330 a 9BD341B80JY509697, Argo - de 9BD358A47JYH10381 a 9BD358A9TJYH20879 e Uno - de 9BD195152E0615236 a 9BD195A93F0662378. O tempo de reparo é de, aproximadamente, 1 (uma) hora.

Para consultar os números dos chassis envolvidos e/ou obter mais informações, contate a Central de Serviços ao Cliente Fiat pelo telefone 0800 707 1000 ou consulte o site da Fiat.

LEIA MAIS: Fiat Toro e outros nove modelos são convocados para recall

Falta de atenção aos recalls

 De acordo com a Fundação Proteste, a comunicação do recall é limitada. Normalmente, é divulgada em apenas um dia em poucos veículos de comunicação. Além disso, as montadoras também não costumam divulgar os dados de quem passou pelo procedimento.  

Tudo isso compromete a segurança ao volante. Afinal, para quem não sabe, o recall automotivo ocorre quando as montadoras detectam avarias ou falhas na segurança dos veículos que já estão em circulação. Assim, elas "chamam de volta" o consumidor, para corrigir esses problemas e afastar os riscos.

LEIA MAIS: Fiat faz recall de 70 mil carros por risco de motor desligar

Por questões de segurança, portanto, todos os consumidores que possuem veículos precisam ficar atentos à necessidade de atender aos chamados, como o recall da Fiat, mesmo que os comunicados ainda sejam falhos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.