Tamanho do texto

Mudanças no para-choque, nova disposição do arranjo de luzes. Vale tudo para renovar o visual e tentar dar mais apelo a certos modelos no mercado

Sabe quando você está passando os canais de televisão e acaba caindo naquele telejogo cujo o objetivo é acertar a diferença entre imagens? Ou aquelas revistinhas infantis, das antigas que traziam o jogo dos sete erros, entre outros desafios? Tem montadora querendo aplicar a mesma brincadeira em um público bem mais "crescidinho". Alguns carros mudam tão pouco que até nós, da imprensa automotiva, levamos alguns dribles ao identificar o que está diferente. Partindo deste princípio, a reportagem do iG Carros lista cinco modelos que mudaram e você (talvez) nem percebeu.

1 - Ford Fiesta

Ford Fiesta
Divulgação
Ford Fiesta

Quando trouxemos a versão reestilizada do Fiesta para redação, alguns chegaram a brincar com a ideia de que o modelo teria sido tunado. As mudanças começam com os retoques no desenho, notados principalmente pela dianteira com grade mais agressiva. A marca diz que o novo design do carro foi inspirado no superesportivo Ford GT.

LEIA MAIS: Confira cinco carros bons que têm pouca procura nas lojas

O para-choque também mudou, com estilo mais esportivo. Além disso, há novas rodas e, na versão Titanium, os faróis e lanternas receberam luzes de LED. Mudanças discretas na traseira incluem nova disposição nas lanternas. A repetição continua na parte mecânica, onde o Fiesta não ganhou o eficiente motor 1.5, de três cilindros, que equipa o EcoSport e rende até 137 cv. 

2 - Range Rover Evoque

Range Rover Evoque
Divulgação
Range Rover Evoque

A receita da primeira geração do SUV compacto premium da Land Rover funcionou tão bem que a marca quis repetir a dose em todas as proporções. O novo Evoque apareceu por aqui no começo de 2016, e é difícil dizer o que mudou ao compará-lo com o modelo anterior de 2011. 

Seu para-choque ficou mais encorpado e robusto, ganhando entradas de ar no centro e nas extremidades. Os faróis de neblina também foram realocados, assim como as lanternas traseiras, que estão mais estreitas. A nova geração do SUV, entretanto, já tem data de estreia marcada no calendário da Land Rover. Ela será atração do Salão de Paris de 2018 entre os dias 4 e 14 de outubro, trazendo design baseado na mesma fonte inspiracional do Range Rover Velar.

3 - Peugeot 208

Peugeot 208
Divulgação
Peugeot 208

O hatch compacto chegou ao Brasil em 2013, apenas onze meses depois de sua estreia na Europa, e fez certo por conta do estilo despojado e elegante. Para tentar ampliar a competitividade do modelo contra os novos Fiat Argo e Volkswagen Polo, a Peugeot adotou retoques no visual do 208. As mudanças, entretanto, foram tão sensíveis que os menos atentos podem até dizer que continua sendo o mesmo carro.

LEIA MAIS: Citroën C4 Lounge vai ficar com a cara da versão chinesa no Brasil

Novamente, as mudanças na dianteira se concentram no para-choque. Ele também perdeu os faróis de neblina circulares, ficando com caráter mais esportivo que o modelo anterior. Outra novidade que veio junto da reestilização foi o eficiente motor 1.2 PureTech, de três cilindros, de  90 cv. Com o novo conjunto mecânico, o Peugeot 208 se tornou o carro mais eficiente do Brasil rodando apenas com combustível líquido - ficando atrás de Prius e Fusion híbrido no ranking geral de economia do Inmetro.

4 - Citroën C4 Lounge

Citroën C4 Lounge
Divulgação
Citroën C4 Lounge

Perca alguns minutos da sua vida para tentar identificar o que mudou no Citroën C4 Lounge desde sua apresentação em 2013. Difícil, né? Pois saiba que ao longo desses cinco anos de mercado, apenas a seta nos faróis dianteiros foi alterada. As luzes de indicação, que eram cristalinas em seus primeiros anos de mercado, ganharam colocação âmbar, como nos veículos americanos.

Por dentro, a Citroën também foi econômica nas mudanças. Apenas os mostradores do cluster, que eram alaranjados, ficaram azuis. Mas a repetição no design tem data para acabar, pois o C4 está prestes a ganhar o visual da versão chinesa no Brasil ainda no primeiro semestre de 2018. Algumas unidades já foram flagradas sem qualquer camuflagem na Argentina, revelando faróis dianteiros maiores e nova disposição de luzes nas lanternas traseiras.

5 - Toyota Etios

Toyota Etios
Divulgação
Toyota Etios

A primeira aposta da Toyota no segmento de hatches e sedãs compactos no Brasil apresentava um conjunto mecânico dos mais competentes, mas nunca agradou muito pelo design que abusava de vértices acentuados. O jeito foi providenciar mudanças no visual do Etios para deixá-lo mais agradável aos olhos.

LEIA MAIS: Os dez carros mais econômicos do Brasil, segundo o Inmetro

As novidades foram ponderadas, mas serviram bem ao propósito de renovar a imagem do Etios (apenas a versão Cross não adotou o novo design). O para-choque ficou mais encorpado, com vincos que reforçam a robustez. O novo desenho também expressa mais agressividade ao carro por conta de seu design esportivo. O Etios, entretanto, mantém o mesmo semblante do modelo lançado em 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.