Tamanho do texto

Novos motores equiparão família renovada da GM a partir de 2020. Confira outros detalhes sobre o aporte

Chevrolet Onix Effect
Divulgação
Chevrolet Onix Effect

A Chevrolet anuncia novo investimento de R$ 1,9 bilhão para o Complexo Industrial de Joinville (SC), onde são feitos os motores 1.0 e 1.4 de quatro cilindros que equipam a família Onix, Prisma e Montana. O aporte será utilizado na concepção de novas linhas de motores que começam a ser produzidos em julho de 2019. Apesar de não terem sido revelados em detalhes, é certo que os novos motores equiparão uma família renovada de carros da Chevrolet, prevista para chegar ao mercado em 2020.

LEIA MAIS: Chevrolet anuncia investimento de R$ 1,4 bilhão para fábrica de Gravataí

A partir de 2019, a fábrica contará com duas linhas de usinagem de blocos, uma de montagem de motores, duas de cabeçotes, uma de submontagem de cabeçotes. Conforme apurado pela reportagem do IG Carros, um entre os novos motores anunciados pela Chevrolet deve ser o três cilindros com base da Opel, representante da GM na Europa antes de ser comprada pelo grupo PSA Peugeot Citroën. 

De acordo com a marca, serão produzidos 1.500 motores por dia, que resulta no total de 420 mil unidades por ano. O número é bem maior que os 120 mil que a Chevrolet produz atualmente no Complexo Industrial. Ainda conforme o anúncio, serão empregados cerca de 400 funcionários diretos. A nova área no Complexo Industrial de Joinville é de 46.000 m², o que totaliza 61.800 m², contanto com a parte já existente.

LEIA MAIS: Ford EcoSport Storm enfrenta Jeep Renegade. Quem leva a melhor?

O montante anunciado para a fábrica de Joinville faz parte dos R$ 13 bilhões que a Chevrolet implementará no País até 2020. Em agosto do ano passado, a marca revelou que R$ 1,4 bilhão seriam investidos na unidade de Gravataí (RS), onde são feitos os compactos Onix e Prisma. Três meses depois, veio outro investimento de R$ 4,5 bilhões, dessa vez para o Complexo de São Caetano do Sul (SP), compreendendo a renovação das linhas Cobalt e Spin.

Novos planos

Chevrolet Adria Concept
Divulgação
Chevrolet Adria Concept

Há também a possibilidade de uma renovação para a picape Montana, que é feita em uma plataforma mais antiga. Neste caso, a Montana abandonaria a identidade visual do finado Agile para assumir de vez um lugar na linha Onix. Uma nova plataforma também permitirá que a Chevrolet ataque no segmento das picapes intermediárias, onde Renault Duster Oroch e Fiat Toro continuam sozinhas enquanto aguardam a concorrente da Volkswagen.

LEIA MAIS: Confira cinco motivos para comprar Hyundai Creta e não Honda HR-V

É certo que um SUV compacto está nos planos da marca, nos moldes do protótipo Adria, mostrado em 2014 na Índia. Mas não é possível afirmar se o mesmo será fabricado em Gravataí (RS), ou nas facilidades de São Caetano do Sul (SP).

A Chevrolet fechou 2017 como a marca mais vendida do Brasil. Líder nos segmentos de hatches e sedãs compactos, a GM emplacou 353.573 unidades entre janeiro e dezembro do ano passado, abrindo uma grande vantagem em relação à segunda colocada. A Volkswagen surge em seguida, com 222.189 unidades vendidas no ano. A Hyundai aparece na terceira colocação com 198.302, seguida pela Ford e suas 192.251 unidades emplacadas. A Fiat aparece na quinta colocação, à frente da Toyota com 159.438.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.