Tamanho do texto

A Volkswagen teve o mercado norte americano em mente, enquanto projetava a versão picape Tanoak do SUV Atlas

Volkswagen Atlas Tanoak: Tal como outros conceituais, tem estilo futurista, mas sem abandonar a robustez do visual
Divulgação
Volkswagen Atlas Tanoak: Tal como outros conceituais, tem estilo futurista, mas sem abandonar a robustez do visual

O Volkswagen Atlas Tanoak, ainda em sua versão conceitual, sonda a introdução de uma picape maior que o Amarok, segmento que faz bastante sucesso no mercado norte americano. Entretanto, Hinrich Woebcken, CEO da Volkswagen na América do Norte, foi diz não estar interessado em vender uma picape nos EUA.

Em entrevista em Chicago, disse que o segmento de picapes grandes é muito tradicional e sedimentado para que uma nova marca consiga competir com alguma chance de sucesso. Além disso, tem-se em vista que a categoria de picapes médias da Volkswagen não representa vendas suficientes no mercado norte americano ao ponto de motivar a montadora o suficiente.

LEIA MAIS: Levamos ao limite o novo Volkswagen Amarok V6 TDI, o Golf GTI das trilhas

Entretanto, o Atlas Tanoak mostra o direcionamento da Volkswagen para o segmento, resultando em uma picape ligeiramente maior que a Honda Ridgeline e, com isso, a nova picape se tornaria a maior com estrutura monobloco em produção. Tal como Polo, Touareg e muitos outros SUVs do Grupo Volkswagen, o Atlas Tanoak é feito sobre a mesma plataforma MQB.

Comparada  ao SUV de 7 lugares, a picape teve a distância entre-eixos alongada em 28 cm e o comprimento total em 40 cm. Além disso, também é 5 cm mais alta que o Atlas. A VW diz que a caçamba tem 1,28 metro de largura livre entre as caixas de roda, o que confere mais praticidade.

LEIA MAIS: Volkswagen confirma que terá versão menor do utilitário esportivo Atlas

Visual arrojado

Visualmente, há alguns itens aproveitados do SUV. Mas, no geral, o Tanoak tem aparência muito mais "parruda". Por ser um carro conceitual, usa elementos típicos de “show-cars”, como a grade iluminada que acompanha os faróis e as rodas aro 20 polegadas. Por dentro, a cabine também foi modificada em relação ao Atlas convencional, incluindo novo volante, manopla do câmbio e bancos com maior apoio lateral para uso no off-road.

LEIA MAIS: Volkswagen revela primeiras imagens do Tarek, futuro rival do Jeep Compass

Seu motor é um 3.6 V6, a gasolina, de 280 cv e 37,4 kgfm, que trabalha em conjunto ao mesmo câmbio automático de 8 marchas da Amarok, bem como a tração integral 4Motion, que conta com diversos modos off-road, para terrenos escorregadios. Resultado disso é um desempenho notável, evidente pela aceleração declarada pela Volkswagen de 0 a 100 km/h em apenas 8,8 segundos, apesar do tamanho.

O SUV

VW Atlas: esboço oficial da nova versão de cinco lugares revela linhas em forma de cupê do modelo que chega em 2019
Divulgação
VW Atlas: esboço oficial da nova versão de cinco lugares revela linhas em forma de cupê do modelo que chega em 2019

A Volkswagen confirma oficialmente que o maior SUV da linha, o VW Atlas, terá uma nova versão de cinco lugares e com maior apelo esportivo pelo perfil de cupê, tendência que começou com o BMW X6 e foi se espalhando por outras marcas, como a Mercedes (com a dupla GLC e GLE). A novidade será uma das atrações do Salão de Nova York (EUA), entre os dias 30 de março e 8 de abril. E deverá ser vendido no Brasil até 2020.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.