Tamanho do texto

O Toyota RAV4 está maior e tem design mais agressivo, bem como agora usa a plataforma TNGA, a mesma do Prius, Camry e a nova geração do Corolla


O novo Toyota RAV4 é apresentado no Salão de Nova York (EUA). Agora baseado na plataforma global TNGA, a mesma usada pelo híbrido Prius, o sedã Camry e pela nova geração do sedã Corolla - cuja versão hatch também aparece renovada no evento - o SUV está maior e tem design mais agressivo.  Com uma série de mudanças, agora o SUV da marca japonesa virá para reaquecer a sua procura no mercado e impor respeito ante os seus grandes rivais.

LEIA MAIS: Aceleramos o Toyota RAV4 híbrido que será vendido no Brasil

O Toyota RAV4 atenderá a demanda crescente por SUVs aqui no Brasil, e aos clientes incondicionais de carros japoneses
Divulgação
O Toyota RAV4 atenderá a demanda crescente por SUVs aqui no Brasil, e aos clientes incondicionais de carros japoneses

Esteticamente, o novo Toyota RAV4 agora tem a grade hexagonal da picape Tacoma, vendida nos Estados Unidos, que confere ares robustos ao SUV. Já a traseira, vem com linhas bem características dos japoneses desse segmento, tal como a continuidade que as lanternas traseiras proporcionam, ao ponto de ficar bem parecido com rivais e alguns SUVs da Lexus e da Mitsubishi.

LEIA MAIS: Desacato a autoridade: veja 5 motivos para comprar Civic e não Corolla

Interior e equipamentos

O interior segue o mesmo estilo do novo Corolla, cuja versão hatch recebe espaço no estande da Toyota, junto ao “irmão” SUV. Além de contar com o mesmo volante do sedã, o RAV4 também tem central multimídia em destaque no topo do painel (logo acima das saídas de ar) e quadro de instrumentos tem tela de TFT ao centro, tanto para mostrar informações do computador de bordo, quanto dos sistemas de segurança que o equipam.

LEIA MAIS: Saiba quais são os 5 sedãs médios mais econômicos à venda no Brasil

Além disso, tem oito airbags, detector de pedestres, alerta de mudança de faixa, farol alto automático, piloto automático adaptativo e leitor de placas. Com a nova plataforma, sua rigidez estrutural aumentou um total de 57 pontos percentuais e, ainda, permitiu que as rodas fossem posicionadas mais próximas das extremidades, resultando no crescimento da distância entre-eixos em 3 cm, somando um total de 2,69 m. Com 4,59 m de comprimento, o RAV4 ficou 1 cm mais curto.

LEIA MAIS: Toyota Corolla Altis: sedã mostra por que é líder do segmento

Mecânica

Com mais espaço interno, agora é possível levar uma prancha de surf com um dos encostos do banco traseiro rebatido
Divulgação
Com mais espaço interno, agora é possível levar uma prancha de surf com um dos encostos do banco traseiro rebatido

No conjunto mecânico, o SUV japonês não fica por baixo. Nos Estados Unidos, onde começa a ser vendido no final deste ano, terá um novo motor 2.5, que trabalhará em conjunto a um câmbio automático de 8 marchas, que substitui o antigo de seis. A Toyota não divulgou números de potência e torque, mas garante que este motor terá boa eficiência. Na versão híbrida, este mesmo motor é combinado ao motor elétrico e ao câmbio automático CVT.

Por fim, o novo Toyota RAV4 é equipado com um sistema de tração integral mais eficiente e moderno, que permite enviar até 50% da força para as rodas traseiras, mas também é capaz de desconectar o eixo traseiro. O cardã, eixo que transfere a força às rodas traseiras, é desacoplado nas duas extremidades para que seu peso não aumente o consumo de combustível.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.