Tamanho do texto

Tem tecnologia de condução autônoma e se adapta ao gosto do motorista, por alterações na estrutura e nos motores. Sua potência? São 1.360cv

A subdivisão esportiva DS, da Citroën, lança um protótipo conceitual que adianta os planos da montadora para 2035. Batizado de DS X E-Tense concept, o carro une a proposta do carroautônomo - que oferece comodidade à bordo - e do esportivo sensorial, uma vez que conta com 1.360 cv, carroceria em fibra de carbono e suspensão calibrada pela equipe da marca na Fórmula E.

LEIA MAIS: Como a falta de infraestrutura atrasará a chegada de carros autônomos ao Brasil?

Se o condutor selecionar o modo autônomo, o Citroën se auto ajusta (inclusive fisicamente) para ressaltar ao máximo os seus atributos refinados e luxuosos, enquanto que se optar por conduzí-lo, a ergonomia e o conjunto voltam seus esforços para estimular os sensores do motorista.

LEIA MAIS: Carros autônomos: você acredita que vão dar certo? Saiba o que vem por aí

Além disso, no modo “pista”, o sistema híbrido desperta o seu mais elevado potencial, chegando aos seus 1.360 cv. Com potência quase duas vezes maior que a de um Fórmula 1, além da engenharia sofisticada, o desempenho promete ser literalmente do futuro. Infelizmente, até o momento a fabricante não aprofundou mais os detalhes técnicos do conceitual futurista.

Os franceses e a tecnologia autônoma

Você já viu algum casal tirando selfie ao volante e isso não ser perigoso? Dê boas vindas ao Renault Symbioz
Divulgação
Você já viu algum casal tirando selfie ao volante e isso não ser perigoso? Dê boas vindas ao Renault Symbioz

Em um futuro menos distante, mais especificamente em 2023, a Renault planeja vender carros autônomos com nível 4 de liberdade de atuação dos sistemas. Isso quer dizer que fará tudo sozinho, utilizando-se de tecnologias de dados 5G, mas ainda haverá volante e comandos para a intervenção do motorista.

LEIA MAIS: Renault elétrico, confortável e totalmente autônomo poderá ser vendido em 2023

Equipado com dois motores elétricos, o carro que representa essa nova empreitada é o Renault Symbioz, que produz 680 cv e 66 kgfm. Além disso, conta com esterçamento nas quatro rodas, o que dá uma tremenda capacidade para o carro contornar curvas com agilidade e segurança.

LEIA MAIS: Citroën C4 Lounge renovado quer conquistar pelo custo-benefício

O tempo que a recarga demora também é bastante impressionante, pois necessita de apenas 30 minutos para ir do zero até os 80% de carga. Entretanto, estranhamente, o Symbioz leva 6 segundos para ir de 0 a 100 km/h, que apesar de ser um tempo respeitável, seus números de potência e torque levam a crer que poderia fazer melhor.

Com cabine projetada para conciliar a visibilidade com espaço interno e exterior de design aerodinâmico, observa-se que o Renault Symbioz é pensado para transmitir sensação de segurança e conforto, já que além do modo de condução 100% autônomo, o investimento na aerodinâmica dá estabilidade para o conjunto, além de promover silêncio e fluidez no seu rodar.

Tal como o Citroën, o Renault conta com defletores e tomadas de ar, câmeras e sensores equipam todo o carro, para guiar o sistema de controle autônomo e mostrar aos ocupantes o que está ao redor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.