Tamanho do texto

O mais rebuscado entre os utilitários de luxo, novo SUV inglês irá brigar com Bentley Bentayga, Lamborghini Urus, Jaguar F-Pace, entre outros

Rolls-Royce Cullinan: para desespero dos puristas, eis o primeiro SUV da tradicional marca inglesa
Divulgação
Rolls-Royce Cullinan: para desespero dos puristas, eis o primeiro SUV da tradicional marca inglesa

A lista de carros de renome que viraram SUVs ganha um novo integrante com a chegada do Rolls-Royce Cullinan. Trata-se do primeiro utilitário esportivo da marca de luxo inglesa, feita com base no sedã Phantom - tanto chassi quanto outros componentes mecânicos. Os alvos da marca do duplo “R” são bem claros: os sucessos de Bentley Bentayga, Lamborghini Urus, Jaguar F-Pace, entre outros.

LEIA MAIS: Conheça 5 novas apostas no mercado de SUVs de luxo

Em seu site oficial, onde potenciais clientes já podem agendar uma visita à concessionária Rolls-Royce mais próxima para conhecê-lo, a marca descreve o Cullinan como “o casamento perfeito entre luxo extremo e off-road”. Por mais que seja muito difícil imaginar o proprietário de um Rolls-Royce Cullinan passando por uma poça d’água sequer.

O desenho não chega a ser uma novidade. Desde os primeiros flagras, a Rolls-Royce nunca fez questão de esconder que o Cullinan viria com a mesma cara dos sedãs Ghost e Phantom. Grade dianteira robusta e cromada com faróis retangulares, bem como o “espírito do êxtase” dando o ar da graça na ponta do capô. O Cullinan começa a se diferenciar dos outros sedãs da Rolls-Royce na traseira, principalmente por conta das lanternas em tamanho reduzido. Dessa forma, o novo SUV parece ainda maior.

LEIA MAIS: Range Rover de seis rodas? Veja 5 carros de luxo que passaram dos limites

O endinheirado que desembolsar uma quantia ainda não revelada pelo SUV poderá escolher um pacote especial de customização conforme sua preferência. Algo semelhante ao que a Bentley já faz no Bentayga, lançando até uma versão para praticantes de falcoaria nos Emirados Árabes. Com 5,34 metros de comprimento (apenas 42 cm mais curto que o sedã Phantom)  2,16 metros de largura e 1,83 de altura, o Cullinan se mostra um dos SUVs mais espaçosos de seu segmento. A abertura suicida das portas facilita o acesso de motorista e passageiros, bem como a suspensão a ar que baixa alguns centímetros com o carro estacionado.

Palácio sobre rodas

Linhas tradicionais e detalhes característicos da marca inglesa fazem parte do visual do novo utilitário esportivo inglês
Divulgação
Linhas tradicionais e detalhes característicos da marca inglesa fazem parte do visual do novo utilitário esportivo inglês

Seu interior chega a ser um exagero. Há revestimento em couro premium contrastando com madeira texturizada de altíssima qualidade. Ao menos no resto do mundo, a maior parte dos donos de Rolls-Royce andam no banco traseiro. Este pode ser dividido ao meio, integrando um bar abaixo do console que conta até mesmo com taças de champagne.

LEIA MAIS: Veja 5 carros chineses que são cópias no Salão de Pequim

O Cullinan traz o motor V12 6.7, que desenvolve 571 cv e 86,6 kgfm de torque, com câmbio automático de oito marchas. De acordo com a Rolls-Royce, a suspensão traz câmaras de ar maiores do que as que já equipam o Phantom, bem como amortecedores adaptáveis. Dessa forma, o Cullinan tem disposição para enfrentar qualquer tipo de piso.

Há uma história interessante acerca da nomenclatura do novo SUV. Conta-se que o magnata sul-africano Thomas Cullinan encontrou o diamante mais puro já visto na história, com um total de 3.106 quilates. Por conta da nome, a Rolls-Royce também gosta de apelidar o Cullinan de “diamante dos utilitários”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.