Tamanho do texto

Novo SUV deverá chegar às lojas no segundo semestre com poucas diferenças em relação ao modelo vendido na Europa

Entre os itens que estarão disponíveis no novo SUV Citroën C4 Cactus, haverá alerta para colisão iminente
Divulgação
Entre os itens que estarão disponíveis no novo SUV Citroën C4 Cactus, haverá alerta para colisão iminente

O Grupo PSA revela detalhes do Citroën C4 Cactus, SUV que chegará no segundo semestre para brigar com VW T-Cross, Nissan Kicks, Jeep Compass entre outros modelos que estarão no Salão do Automóvel, ao contrário do carro marca francesa. Em se tratando de um utilitário esportivo inédito no Brasil, feito em Porto Real (RJ), bem que poderia ser mostrado no São Paulo Expo, entre 8 e 18 de novembro, não? Mas, cada fabricante tem suas estratégias ao mostrar suas novidades. 

LEIA MAIS: Aceleramos o Citroën C3 com motor 1.2, o 2º carro flex mais econômico do Brasil

Por falar em algo novo, o  Citroën C4 Cactus tem pouco em relação ao vendido na Europa.  De qualquer forma, o carro poderá ser equipado com itens como: sistema de frenagem automática e alerta de colisão, que intervém após o alerta, se não for detectada reação do condutor. Haverá também alerta de saída de faixa, que avisa, no caso da mudança involuntária de faixa, quando a luz de direção (seta) não for ativada.

A lista continua com  alerta de atenção ao condutor, que avisa de maneira sonora e visual uma possível queda de concentração na condução pela análise do comportamento de direção. Para completar, a marca vai disponibilizar o “coffee break alert” (pausa para o café), que sinaliza quando é hora do condutor fazer uma pausa após ter dirigido durante duas horas, em velocidades superiores a 70 km/h. Também farão parte da lista equipamentos como: controle de tração, controle de estabilidade, assistência de subida e de descida. 

LEIA MAIS: Renault Captur 1.6 CVT se revela a melhor face do SUV compacto

Já quanto o seu design, os polêmicos “air-bumps”, ou bolsões de ar que ganhavam parte da lateral do carro, foram retirados para dar ao Citroën uma aparência mais conservadora. Testes realizados na Europa comprovaram a efetividade dos bolsões na proteção de batidas leves, como colisão de carrinhos de supermercados e outros objetos simples. Mesmo assim, a montadora optou por retirá-los.

Por baixo da carroceria

Feito sobre a mesma base do Peugeot 2008, o  C4 Cactus mede 4,17 metros de comprimento por 1,71 m de largura e 1,48 m de altura. No porta-malas vão 358 litros de bagagem, conforme as medições da fabricante. Assim, seu volume ficará entre os menores da categoria, superando apenas rivais com o Jeep Renegade, que passou de 260 litros para os 330 litros com o uso do estepe temporário.

LEIA MAIS: Peugeot 3008 Griffe Pack se mostra mais seguro e confortável

Quanto à mecânica do Citroën C4 Cactus, trata-se do conhecido 1.6 THP, que equipa os Peugeot 3008, 5008 e os Citroën DS, que por sua vez retornarão ao País já no 2º semestre. Tem 173 cv (etanol) e 24 kgfm, e conta com uma caixa de câmbio automático de 6 marchas, feito pela japonesa Aisin.

Ainda sem a revelar dos dados de desempenho, espera-se, entretanto, que os do  Citroën C4 Cactus sejam similares aos do 3008. Este vai de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos, chega aos 206 km/h de velocidade final, e faz 9,5 km/l na cidade (gasolina) e 12,1 km/l na rodovia (gasolina).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.