Tamanho do texto

Curte viajar? Veja as melhores escolhas da categoria em mais uma lista

Quem tem uma família grande e curte viajar não tem muito para onde correr. Se você não consegue desembolsar uma boa grana em carros médios (que hoje já passam dos R$ 90 mil), o jeito é apostar em um dos sedãs compactos.

LEIA MAIS: Conheça os 5 SUVs com os maiores porta-malas do mercado

Mas, fique tranquilo Apesar de não serem tão grandes quanto os modelos médios, os sedãs compactos podem cumprir o seu papel com louvor. Partindo disso, a reportagem do iG Carros lista os cinco modelos com os maiores porta-malas do segmento, levando em consideração as melhores dicas para quem curte viajar. Acompanhe.

5 - Renault Logan - 510 litros

Renault Logan é o quinto destaque entre os maiores porta-malas dos sedãs compactos disponíveis atualmente no mercado
Divulgação
Renault Logan é o quinto destaque entre os maiores porta-malas dos sedãs compactos disponíveis atualmente no mercado

Começar uma lista de cinco modelos com um carro de 510 litros mostra como a categoria amadureceu nos últimos anos. O Logan pode ser o quinto colocado entre os modelos do segmento com os maiores porta-malas , mas seu compartimento de carga é suficiente para manter o grandalhão Nissan Versa (460 litros) e o novo Toyota Yaris Sedan (473 litros) bem longe de nossa lista.

LEIA MAIS: Veja os 5 sedãs compactos mais econômicos do Brasil

Com bons 2,63 metros de entre-eixos, o Logan também tem espaço de sobra para as pernas. O Logan está disponível com motor 1.0, de três cilindros, que gera 82 cv e 10,5 kgfm a 3.500 rpm. As versões mais caras surgem com motorização 1.6, de 106 cv e 15,5 kgfm a 2.800 rpm.

4 - Volkswagen Virtus - 521 litros

Volkswagen Virtus está conquistando espaço entre os sedãs compactos, já aparecendo entre os mais vendidos
Renato Maia/iG
Volkswagen Virtus está conquistando espaço entre os sedãs compactos, já aparecendo entre os mais vendidos

O Virtus tem 11 litros de capacidade a mais que o Logan. Dessa forma, assume com louvor a quarta colocação em nossa lista. São 521 litros de capacidade que também são ajudados pelas pequenas hastes “pescoço de ganso” que não tomam tanto espaço interno do porta-malas.

Entre os sedãs compactos, o Virtus tem conquistado posições de respeito. O carro já ultrapassou Cobalt, Ka Sedan e City, enquanto luta para chegar perto do líder absoluto Chevrolet Prisma. Com motorização 1.6 aspirada, o Virtus entrega 117 cv de potência e 16,5 kgfm a 4.000 rpm. O modelo 1.0 TSI, por sua vez, tem 128 cv e 20,4 kgfm a 2.000 rpm.

3 - Fiat Cronos - 525 litros

O Fiat Cronos tem um porta-malas considerável entre os sedãs compactos. A versão 1.3 Drive é a mais equilibrada
Carlos Guimarães/iG
O Fiat Cronos tem um porta-malas considerável entre os sedãs compactos. A versão 1.3 Drive é a mais equilibrada

Não tão acima do Virtus, o Fiat Cronos surge com bons 525 litros no porta-malas. Ele fica com a medalha de prata, por não conseguir superar o bom espaço do City. Destacamos o bom nível de sofisticação e qualidade dos materiais em seu interior.

O Fiat Cronos tem uma boa gama de versões, começando com o motor 1.3, de 109 cv  e 14,5 kgfm de torque a 3.500 rpm. Vale dizer que este motor é um dos mais econômicos de sua categoria. Mais potente, porém não muito eficiente, é o 1.8, de 139 cv de potência e 19,3 kgfm a 3.700 rpm.

2 - Honda City - 536 litros

Sem controle de estabilidade, o Honda City aparece bem colocado entre os sedãs compactos com maiores porta-malas
Renato Maia/iG
Sem controle de estabilidade, o Honda City aparece bem colocado entre os sedãs compactos com maiores porta-malas

Sempre gostamos de lembrar que a Honda escorregou na hora de renovar o City no ano passado. Numa categoria em que a maioria dos rivais já oferece controle de estabilidade e tração, ficar devendo um item de segurança tão fundamental é um pênalti. Mas o City continua tendo o segundo maior porta-malas de sua categoria, com 536 litros de capacidade.

LEIA MAIS: Veja 5 carros que você nem lembra que são vendidos no Brasil

O City é vendido apenas com motor 1.5, de 116 cv  e 15,3 kgfm a 4.800 rpm, mas o cliente poderá escolher entre a versão manual ou continuamente variável (CVT) com simulação de sete marchas. Assim como o Fit, recebeu entre as novidades uma central multimídia atualizada.

1 - Chevrolet Cobalt - 563 litros

Chevrolet Cobalt tem o maior porta-malas da categoria dos sedãs compactos. Nova geração deverá chegar em 2020
Divulgação
Chevrolet Cobalt tem o maior porta-malas da categoria dos sedãs compactos. Nova geração deverá chegar em 2020

Se você quer comprar o sedã com maior espaço no porta-malas sem entrar na categoria dos médios, não há outro para apostar se não no Chevrolet Cobalt. Com 563 litros de capacidade, ele dá um banho de 27 litros no Honda City. Espaço suficiente para a bagagem de uma família com três filhos.

A versão LTZ, com câmbio manual, traz motor 1.8, de 111 cv de potência e 17,7 kgfm de torque, números que fazem toda a diferença no desempenho. Destacamos o conforto interno, assim como o câmbio manual, de seis marchas, que é um dos responsáveis pelos bons números obtidos em trajeto rodoviário entre os sedãs compactos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.