Tamanho do texto

Modelo deixa de ter aspecto sofisticado e passa a ter mesmo porte de VW Virtus e Fiat Cronos. Saiba mais detalhes sobre a novidade

Chevrolet Monza RS: sedã exposto no Salão de Guangzhou, na China.  Vidros escuros indicam que interior é um mistério
Reprodução/Autohome
Chevrolet Monza RS: sedã exposto no Salão de Guangzhou, na China. Vidros escuros indicam que interior é um mistério

A GM resolve relançar o Chevrolet Monza no mercado, mas apenas na China. Esqueça aquele sedã médio que foi vendido no Brasil entre meados dos anos 80 e 90. Agora o carro é apenas um sedã de porte intermediário, com 4,63 metros de comprimento por 1,79 m de largura, 1,48 m de altura e 2,63 m de entre-eixos.

LEIA MAIS:  Revelada na China a nova geração do Chevrolet Prisma

Por enquanto, não foram divulgadas imagens oficiais do novo Chevrolet Monza , que está sendo mostrado no Salão de Guangzhou (China), informa o site chinês Autohome. Pelo visto, a ideia da GM foi dar um certo aspecto esportivo ao Monza, apresentado no evento chinês na versão RS, pintado de vermelho e com rodas diamantadas, entre outros detalhes.

Chevrolet Monza na versão RS tem para-choque traseiro  exclusivo e um discreto defletor de ar na tampa do porta-malas
Divulgação
Chevrolet Monza na versão RS tem para-choque traseiro exclusivo e um discreto defletor de ar na tampa do porta-malas

O Monza chinês é fabricado sobre a plataforma D2XX, a mesma do Cruze atual. Tem linhas que seguem o estilo adotado em outros modelos da Chevrolet, como o Malibu e a nova geração do Prisma, que já foi vista na China, sem nenhum disfarce. Pode ser equpado com motor 1.0 ou 1.3, ambos sobrealimentados, que rendem entre 125 cv e 163 cv.

LEIA MAIS:  Carros fora de linha no Brasil ainda têm força no maior mercado mundial

O Chevrolet Monza começou a ser vendido no Brasil apenas na configuração hatch, em 1982. No ano seguinte é que passou a ser oferecido como sedã. Foi fabricado até 1996, quando cedou lugar à primeira geração do Vectra . Durante todo esse tempo, o carro foi o mais vendido do País três anos seguindos, entre 84 e 86, um belo feito para um modelo médio.

Além do Chevrolet Monza, a China tem o Ford Escort

Ford Escort, assim como o Chevrolet Monza, fizeram sucesso no Brasil e ainda são vendidos na China
Divulgação
Ford Escort, assim como o Chevrolet Monza, fizeram sucesso no Brasil e ainda são vendidos na China

 No maior mercado de carros do mundo há também outro modelo que foi vendido no Brasil na mesma época do Monza, entre meados dos 80 e 90. Trata-se do Ford Escort , que por lá recebeu retoques no desenho e melhorias no motor 1.5 Ti-VCT, em abril último. 

LEIA MAIS: Relembre 5 carros que saíram de linha no Brasil, mas existem em outros países

Entre outros itens, o novo Escort tem faróis e lanternas de LED da última geração sistema multimídia com tela de 8 polegadas, banco do motorista com ajustes elétricos, câmera de ré e partida por botão entre os principais equipamentos disponíveis.

No Brasil, o modelo da Ford chegou em 1983 e ficou até 1996, mesmo ano em que o Chevrolet Monza saiu de linha no Brasil. Entre as versões que mais ficaram marcadas, destaca-se a esportiva XR3, que teve até conversível, com motor 1.6 CHT, 1.8 AP e 2.0, das últimas unidades, já com injeção multiponto de combustível. 

Fonte: Autohome

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.