Tamanho do texto

Eis os modelos que mais desvalorizam em dois anos de uso. Confira a lista

Quem compra um sedã compacto está em busca de versatilidade, conectividade e algo que caia bem no bolso, não um monte de complicações na hora de revendê-lo. Para assegurar o melhor valor de revenda, a KBB Brasil enumera os cinco sedãs compactos que mais desvalorizam no Brasil. Vale a pena ficar longe destes modelos, ou conferir os índices de depreciação com um ou dois anos de uso.

LEIA MAIS: Veja os 5 SUVs que menos desvalorizam no Brasil

4 - VW Voyage Trendline 1.0 - desvalorização de -23,38% em dois anos

O VW Voyage é um dos sedãs compactos mais confortáveis de nossa lista. Destaque para o câmbio com engates curtos
Divulgação
O VW Voyage é um dos sedãs compactos mais confortáveis de nossa lista. Destaque para o câmbio com engates curtos

Nossa lista começa com o Voyage Trendline, equipado com motor 1.0, a versão mais básica do sedã de entrada da Volkswagen. De acordo com o levantamento da KBB, o modelo deixa as concessionárias por R$ 49.990, pulando para R$ 42 mil cravados no primeiro ano de uso. Dessa forma, o Voyage perde 15,98% de seu valor no primeiro ano e 23,38%, em dois anos entre os sedãs compactos .

Equipado com motor três cilindros, de 82 cv de potência e 10,4 kgfm de torque a 3.000 rpm. O câmbio é manual de cinco marchas, fazendo com que o Voyage faça 12,9 km/l na cidade e 15,4 km/l na estrada, com gasolina. No etanol, os números vão para 8,7 km/l e 10,5 km/l, respectivamente, conforme o Inmetro. São 480 litros de capacidade no porta-malas.

3 - Renault Logan Expression 1.6 - desvalorização de -23,65% em dois anos

O Renault Logan se destaca entre os sedãs compactos pela boa central multimídia, que conta até com GPS embutido
Divulgação
O Renault Logan se destaca entre os sedãs compactos pela boa central multimídia, que conta até com GPS embutido

Abaixo do Voyage, surge o Renault Logan Expression 1.6. Conforme os dados, o carro pode ser encontrado nas lojas a partir de R$ 59.100, saltando para R$ 48 mil no primeiro ano de uso. Neste caso, a desvalorização no primeiro ano é de 18,78%, indo para 23,65% ao fim do segundo ano.

LEIA MAIS: Gol e Corolla são os mais caros de se manter, diz PROTESTE

A versão Expression vem equipada com motor 1.6 SCe, de quatro cilindros e 16V.  É capaz de gerar 118 cv de potência e 16 kgfm a 4.000 rpm. O câmbio também é manual, de cinco marchas. De acordo com o Inmetro, o Logan é capaz de fazer 12,8 km/l na cidade e 13,4 km/l na estrada, com gasolina. No etanol, os números vão para 8,6 km/l na estrada e 9,2 km/l na gasolina. A capacidade do porta-malas é de 510 litros.

2 - Fiat Grand Siena Essence 1.6 - desvalorização de -24,82% em dois anos

O Fiat Grand Siena 1.6 ainda pode ser encontrado nas concessionárias entre os sedãs compactos
Divulgação
O Fiat Grand Siena 1.6 ainda pode ser encontrado nas concessionárias entre os sedãs compactos

A medalha de prata menos desejada entre os sedãs compactos fica com o Fiat Grand Siena, em sua versão Essence 1.6. O modelo ainda deixa as lojas por R$ 62.809, chegando por R$ 54.640 no primeiro ano de uso. A desvalorização no primeiro ano é de 13,01%, saltando para 24,82% no segundo.

Equipado com motor 1.6, o modelo alia 117 cv de potência  e 16,8 kgfm de torque a 4.500 rpm, com um câmbio automatizado, de cinco velocidades. Neste caso, o consumo acaba sendo prejudicado, principalmente quando abastecido com combustível de cana de açúcar. De acordo com o Inmetro, o Grand Siena faz 9,6 km/l na cidade e 11,8 km/l na estrada com gasolina, saltando para 6,6 km/l e 8,1 km/l, respectivamente, com etanol. O porta-malas tem 520 litros.

1 - Ford Ka Sedan SE Plus 1.0 - desvalorização de -25,64% no segundo ano

Ford Ka Sedan é o campeão de desvalorização entre todos os sedãs compactos da lista
Divulgação
Ford Ka Sedan é o campeão de desvalorização entre todos os sedãs compactos da lista

O alto do pódio é ocupado pelo Ford Ka Sedan , em sua versão SE Plus com motor 1.0. O sedã compacto, que deixa as concessionárias por R$ 51.990 chega a R$ 46.500 com apenas um ano de uso. Conforme a KBB, a desvalorização é de 10,56% no primeiro ano e 25,64% no segundo.

LEIA MAIS: Veja 5 esportivos de adesivo que já foram vendidos no Brasil

Assim como o Voyage, o Ka também possui motor 1.0, de três cilindros. Neste caso, o modelo da Ford desenvolve 85 cv de potência e 10,7 km/l a 3.500 rpm. O câmbio é sempre manual, de cinco marchas, proporcionando o consumo de 13 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada com gasolina. Ainda de acordo com o Inmetro, o carro faz 8,9 km/l e 10,4 km/l, respectivamente, com etanol. O porta-malas tem capacidade para 445 litros entre os sedãs compactos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.