Tamanho do texto

SUV M-Byte será atração durante o Consumer Electronics Show, nos EUA. Saiba mais detalhes sobre o modelo conceitual

Byton M-Byte será uma das atrações automotivas na maior feira de tecnologia do mundo
Divulgação
Byton M-Byte será uma das atrações automotivas na maior feira de tecnologia do mundo

A CES 2019 está novamente roubando os holofotes do Salão de Detroit (EUA) com a apresentação da “interface automotiva mais intuitiva do planeta”, de acordo com seus próprios criadores, a Byton. O evento acontecerá em Las Vegas (EUA), a partir do dia 8 de janeiro, contando com a exposição de novas soluções tecnológicas para carros, residências e smartphones.

LEIA MAIS: Confira curiosidades sobre o Fusca, que completa 60 anos em 2019

Apesar da imagem propositalmente escurecida, podemos ver um pouco do interior do M-Byte, mostrando que o modelo mudou pouco em relação ao conceito apresentado no ano passado. Apesar das semelhanças, a Byton diz que o volante foi substituído por um novo modelo intitulado “Tablet do Motorista” do CES 2019 . Como você pode ver nas imagens teaser, isso dará total acesso à funções do veículo para o condutor, tal como controles climáticos, aplicativos e outras funcionalidades.

A grande tela também é nova, mas a Byton ainda fica devendo suas medidas. O último conceito tinha aproximadamente 124 x 24 cm, em uma experiência que é compartilhada entre motorista e passageiro com brilho ajustável. Novos detalhes serão revelados a partir do dia 6 de janeiro, mas já é certo que o M-Byte será produzido na China ainda este ano. Após o lançamento doméstico, ele chegará aos Estados Unidos em 2020 por aproximadamente US$ 45 mil (R$ 171 mil em uma conversão simples).

LEIA MAIS: VW SpaceFox deixará de ser fabricado na Argentina

M-Byte no CES 2019

Atração do CES 2019, SUV chinês será vendido nos EUA pelo equivalente a R$ 170 mil
Divulgação
Atração do CES 2019, SUV chinês será vendido nos EUA pelo equivalente a R$ 170 mil

O modelo de entrada será equipado com uma bateria de 71 kWh, desenvolvendo 268 cv de potência. A configuração permitirá que o crossover de tração traseira tenha mais de 400 km de autonomia com uma única carga. Uma versão com tração integral terá dois motores que, combinados, produzirão 469 cv de potência. A bateria será maior, com 95 kWh, permitindo 520 km de autonomia com apenas uma carga.

LEIA MAIS: Relembre 5 hatches que fracassaram no Brasil

A marca chinesa Byton é uma das novidades do CES 2019 . Foi criada ao longo de 2016, em Hong Kong, a partir de executivos que já tinham passagens em fabricantes como BMW e Nissan. O primeiro conceito surgiu em 2017, com o protótipo físico exposto ao público ainda em janeiro de 2018. De início, contará com duas apostas: o SUV M-Byte e o sedã K-Byte, que foi mostrado no CES Ásia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.