Tamanho do texto

Por enquanto, são 10 pontos, que passarão a 30 até o fim de março a cerca de 100 até o fim do ano, no Brasil. Saiba mais detalhes da novidade

O presidente e CEO da VW região América do Sul e Brasil, Pablo Di Si e o novo modelo de concessionária virtual da marca
Divulgação
O presidente e CEO da VW região América do Sul e Brasil, Pablo Di Si e o novo modelo de concessionária virtual da marca

A Volkswagen é a primeira marca instalada no Brasil a adotar um novo modelo de concessionária virtual. O projeto piloto está funcionando em 10 pontos de venda com um modelo mais enxuto (a partir de 90 metros quadrados ) e com recursos digitais como tela de alta resolução sensível ao toque e óculos de realidade virtual.

 LEIA MAIS:  Pablo Di SI, presidente da VW Brasil atribui ao seu time o sucesso da montadora

Os planos da VW incluem instalar mais de 100 pontos com o novo conceito de concessionária virtual no Brasil até o fim de 2019. A reportagem de iG Carros esteve em um desses pontos, na Rua Colômbia, em São Paulo, e pode constatar como a novidade funciona. É possível não apenas customizar o carro, mas também ter a sensação de estar dentro dele com ajuda dos óculos de realidade virtual.

No vídeo abaixo é possível constatar a alta qualidade das imagens que aparecem na tela sensível ao toque. De fato, o sistema funciona com boa rapidez e de maneira bem intuitiva,  o que torna fácil escolher o carro ideal  já sabendo tudo sobre ele, além do preço e as opções de financiamento.

Ao colocar os óculos, você se transporta para o mundo virtual, mas que parece real, tamanho o nível de detalhes. Basta fixar o olhar para o carro escolhido que, em instantes, sua visão passa a ser em frente ao volante . Então, mudando o foco para diversos pontos do interior, como central multimídia, quadro de instrumentos, sistema de som, entre outros, aparecem detalhes sobre cada item.

Concessionária virtual é o novo paradigma

Tela de alta resolução e óculos de realidade virtual fazem parte do novo conceito de concessionária virtual
Divulgação
Tela de alta resolução e óculos de realidade virtual fazem parte do novo conceito de concessionária virtual

 Durante a apresentação do sistema, interessante foi que escolheram um vendedor para explicar alguns detalhes, o que mostra que não apenas Volkswagen dá a devida importância para sua rede, mas que essa função tende a ser mais valorizada e a oferecer oportunidades, uma vez que o volume de pontos de venda tendem a aumentar e, além disso, será cada vez mais frequente vendedores indo até onde o cliente estiver com instrumentos como tablet e óculos de realidade virtual. 

LEIA MAIS: O que o setor automotivo tem a aprender com as lojas da Apple e da Nespresso?

Interessante também é que o sistema de concessionária virtual é atualizado diariamente. Por isso, o cliente terá sempre informações precisas sobre todos os detalhes e de novidades. Um exemplo é o SUV T-Cross , que passará fazer parte das opcões do menu de escolhas logo depois da apresentação do carro, marcada para o próximo dia 19.

A atualização também acontece no mobiliário e em outros pontos, de acordo com o Fabio Rabelo, gerente-executivo de Digitalização e Novos Modelos de Negócios da Volkswagen do Brasil. Assim, na concessionária que visitamos, ainda não havia cadeiras giratórias que ajudam bastante na experiência com os óculos de realidade virtual, mas isso já está sendo provindenciado. Importante também é que, a partir de junho, será possível fazer toda a compra do carro no ambiente online.

Quebras de paradigmas precisam ser a regra. Por que não vender carros em lojas franqueadas? Por que não copiar a maioria das marcas alemãs, que entregam carros numa visita opcional à fábrica, com hora marcada, e com direito a um test-drive em pistas fechadas, com instrutor a bordo? As concessionárias VW estão entre os exemplos a serem seguidos daqui para frente. 

LEIA MAIS: Ford e Volkswagen oficializam parceria global

Com o novo modelo de concessionária virtual , a Volkswagen mostra mais um exemplo de que deixou de ser a marca apenas de um carro de sucesso, como o Gol, líder de vendas por 26 anos consecutivos, mas sim uma fabricante que segue no caminho da nova era digital, com conceito simples, mas que deverá fazer toda diferença no mercado cada vez mais competitivo e desafiador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.