Tamanho do texto

Picape média será o primeiro fruto da aliança global, confirmada para 2022. Novo utilitário terá base da Ranger e vai substituir a Amarok

Ford e VW apresentam a
Divulgação
Ford e VW apresentam a "Aliança Global" durante o Salão de Detroit 2019. Marcas irão cooperar em tecnologia, desenvolvimento e serviços

Confirmando negociações recentes, Ford e Volkswagen finalmente anunciam sua Aliança Global durante o Salão de Detroit 2019. De acordo com ambas as partes, o acordo tem o objetivo de melhorar a competitividade com inovações e novos serviços aos clientes, com amplo empenho na categoria de veículos autônomos e elétricos. O primeiro produto também está confirmado, e será uma picape média prevista para chegar em meados de 2022. Em seguida, minivans e outros veículos comerciais serão lançados em conjunto na Europa.

LEIA MAIS: Ford Shelby GT500: o Mustang mais potente da história é atração em Detroit

A engenharia para a picape média será global, e está confirmada para América Latina, África e Europa. Conforme a declaração feita no Salão de Detroit 2019 , VW e Ford continuarão a ter seus produtos individualmente, porém, com a mesma plataforma a partir de 2022. Elas poderão ser produzidas em uma única fábrica, com o DNA de suas respectivas fabricantes. Uma relação semelhante acontece na parceria Renault-Nissan, onde Alaskan e Frontier compartilham a mesma base em produtos distintos.  

LEIA MAIS: Confira as principais novidades do Salão de Detroit 2019

A chamada " Aliança Global " selada entre Herbert Diess, CEO da Volkswagen , e Jim Hackett, diretor executivo da Ford , permitirá que as marcas compartilhem investimentos e arquiteturas para o desenvolvimento de veículos em diversas categoriais, melhorando a escala de eficiência para ambas. Além disso, há um memorando de intenções para o estudo da colaboração em serviços de mobilidade, veículos eletrificados e autônomos. Novos detalhes serão revelados nos próximos meses.

“A aliança poderá ajudar Ford e Volkswagen a criarem valor para atender as necessidades da sociedade”, diz Hackett. “”Isso nos dará a oportunidade de estarmos à frente na formação da nova era da mobilidade”. Diess, por sua vez, aponta que a aliança poderá servir como pilar para melhorar a competitividade. Ambos os executivos estarão à frente do comitê conjunto que irá gerenciar a aliança.

Aliança Global no Salão de Detroit 2019

Gabriel Lopes, presidente do Grupo Ford Sul (à esquerda), Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul (centro) e Rogelio Goldfarb, vice-presidente de comunicação
André Jalonetsky/iG
Gabriel Lopes, presidente do Grupo Ford Sul (à esquerda), Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul (centro) e Rogelio Goldfarb, vice-presidente de comunicação

Cada empresa irá focar em seus pontos fortes para a cooperação, com o objetivo de reduzir custos. A Volkswagen é líder de mercado na Europa e na China, enquanto a Ford se destaca nos Estados Unidos. Os alemães também estão adiantados no desenvolvimento de veículos elétricos, enquanto a Ford tem tecnologia para a concepção de modelos autônomos.

O solo é próspero para uma aliança na categoria dos veículos comerciais. O volume total de comerciais leves das empresas em 2018 soma cerca de 1,2 milhão de unidades globalmente com as conhecidas picapes médias Ranger , Amarok , as minivans Transit e Transporter e o utilitário compacto Caddy. Vale lembrar que a Ford é líder na categoria dos veículos comerciais na Europa, sendo que um a cada quatro modelos vendidos pertence à marca americana.

Sobre uma possível comparação com a Autolatina, a Ford diz que o acordo firmado na década de 80 categorizava uma troca de equipamentos com foco na redução de custos. A aliança formada no Salão de Detroit 2019 , por outro lado, envolve o compartilhamento de tecnologias e novos investimentos para o futuro. Vale lembrar que o novo acordo entre as marcas é global, enquanto a Autolatina tinha foco em Brasil e Argentina. 

LEIA MAIS: Nova geração do VW Passat americano é revelada no Salão de Detroit 2019

Confira o comunicado oficial da parceria entre VW e Ford na íntegra:

DETROIT , 15 de janeiro de 2018 -  A Volkswagen AG e a Ford Motor Company anunciaram hoje o primeiro acordo formal de uma ampla aliança que permitirá às empresas aumentar sua competitividade e atender melhor os consumidores em uma era de rápidas mudanças na indústria.

O CEO da Volkswagen, Dr. Herbert Diess, e o CEO da Ford, Jim Hackett, confirmaram que as empresas pretendem desenvolver vans comerciais e picapes médias para os mercados globais já a partir de 2022. A aliança vai gerar ganhos significativos de escala e eficiência e permitirá a ambas as empresas compartilhar investimentos em arquiteturas de veículos que abrangem diferentes capacidades e tecnologias.

As empresas estimam que a cooperação em vans comerciais e picapes renderá um melhor resultado operacional anual antes dos impostos a partir de 2023.

Além disso, a Volkswagen e a Ford assinaram um memorando de intenções para estudar a colaboração em veículos autônomos, serviços de mobilidade e veículos elétricos e iniciaram o aproveitamento de oportunidades. Ambas as empresas também afirmaram estar abertas a considerar outros programas conjuntos de veículos no futuro. Os seus times continuarão a trabalhar nos detalhes da parceria nos próximos meses.

“Ao longo do tempo, essa aliança vai ajudar ambas as empresas a criar valor e atender as necessidades de nossos clientes e da sociedade”, disse Hackett. “Ela vai não só trazer eficiências importantes e ajudar ambas as empresas a melhorar seu desempenho, mas também nos dará a oportunidade de ajudar a formar a próxima era da mobilidade.”

Diess acrescentou: “A Volkswagen e a Ford vão combinar seus recursos, capacidade de inovação e posições de mercado complementares para melhor atender milhões de consumidores ao redor do mundo. Ao mesmo tempo, a aliança servirá como pilar para a nossa meta de aumento da competitividade.”

A aliança, que não envolve a troca de ações entre as duas empresas, será dirigida por um comitê conjunto. Esse comitê será liderado por Hackett e Diess e incluirá executivos senior de ambas as empresas.

Colaboração em vans comerciais e picapes

Tanto a Ford como a Volkswagen possuem negócios robustos em vans comerciais e picapes ao redor do mundo, com linhas populares como a família Ford Transit e a Ranger, assim como as linhas Transporter, Caddy e Amarok da Volkswagen.

O volume total de veículos comerciais leves das empresas em 2018 somou cerca de 1,2 milhão de unidades globalmente, que poderia representar o maior volume combinado da indústria com o ganho de escala de produção.

A demanda tanto de picapes médias como de vans comerciais tem projeção de crescimento global nos próximos cinco anos. A aliança permitirá às empresas compartilhar custos de desenvolvimento, aproveitar as respectivas capacidades de manufatura, aumentar a capacidade e a competitividade dos seus veículos e ter custos eficientes, mantendo as características distintas de cada marca.

Por meio da aliança, a Ford vai projetar e construir picapes médias para ambas as empresas, que devem chegar ao mercado já em 2022. Para ambas as marcas, a Ford pretende projetar e construir vans comerciais maiores para os consumidores europeus, enquanto a Volkswagen vai desenvolver e construir uma van urbana. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.