Tamanho do texto

Carros eram de um colecionador de clássicos. Endividado após complicações médicas, veio a falecer. Mas a história não deverá acabar por aí; confira

Ferrari
Divulgação
Coleção de Ferrari abandonadas durante 10 anos ganham nova esperança. Deverão ser restauradas e vendidas. Veja

É comum que carros como Chevette, Corcel, Fusca, Fiorino e outros sejam encontrados abandonados por aí. Ou até mesmo aqueles carros mais sofisticados que continuam tão caros para arrumar, mas valem (ou em determinado período valeram) tão pouco — como os Alfa Romeo, Citroën Xantia e outros clássicos mais modernos. Mas você já viu uma Ferrari no meio deles? E várias delas? Pois isso ocorre no Texas (EUA), com uma coleção de 13 exemplares da marca de esportivos italianos. Veja, a seguir, galeria de fotos com vários detalhes.

LEIA MAIS: 140 carros de colecionador dos anos 80 e 90, de um único dono, serão leiloados

A história por trás do abandono dessas obras de arte sobre rodas é bastante trágica. Pertenciam a um advogado de renome, que começou a colecionar modelos como o Corvette, antes de voltar os olhos aos esportivos europeus. Com isso, adquiriu vários Porsche , Lotus e Lamborghini . Entretanto, após a chegada da primeira Ferrari , nunca mais quis saber de outra marca. Ao todo, teve os 13 exemplares mencionados, entre eles um Testarossa, um 308 Quattrovalvole, um 400i, dois 328, três 348, alguns Mondial e pelo menos um F355.

LEIA MAIS: Coleção de 700 carros exóticos vai a leilão nos Estados Unidos. Veja fotos

Infelizmente, em 2011, foi diagnosticado com uma doença grave e, antes de começar os tratamentos, pagou para guardar os automóveis num armazém. Com o início dos procedimentos médicos, ficou devendo, e por isso, as Ferrari foram despejadas do armazém e postos em um campo. Após a situação estabilizar, os pagamentos foram feitos, mas os automóveis nunca voltaram para o armazém, e desde então se deterioram ao relento. Ao todo, uma década se passou.

LEIA MAIS: Os 10 carros clássicos mais incríveis esquecidos em garagens!

Além das Ferrari , dois Rolls-Royce estão registados em nome do advogado, só que não se sabe do paradeiro de ambos, e nem de duas Ferrari. Atualmente, todas as peças de coleção estão nas mãos da família, e com isso, Paul Cox, conhecido no meio dos ferraristas, se dispôs a ajudar com as restaurações e as vendas de todos eles. Como amantes de carros — especialmente de esportivos tão espirituosos como os cavallinos — torcemos para que, de fato, não acabem assim, sem mais nem menos.