Tamanho do texto

Versátil, novo utilitário esportivo começará a ser vendido na Índia no segundo semestre e tem chances de vir ao Brasil num futuro não tão distante

Renault Tribe amarelo
Divulgação
Renault Tribe começa a ser vendido na Índia, mas pode vir a ser vendido no Brasil num futuro não muito distante

A Renault revela as primeiras imagens e detalhes oficiais sobre o pequeno SUV Tribe, fabricado sobre a mesma base do Kwid. O carro foi concebido para levar 7 ocupantes e tem assentos que podem ser configurados de diversas maneiras, apesar das medidas diminutas.

 LEIA MAIS: Kwid e Zoe representam os dois extremos da Renault

São apenas 3,99 metros de comprimento por 1,74 m de largura, 1,64 m de altura e 2,64 m de entre-eixos. Também surpreeende o peso de 947 kg. Entretanto, conforme a quantidade de pessoas dentro do carro da Renault vai diminuindo o espaço para bagagem. Com lotação máxima, quase não há porta-malas (meros 84 litros), com 6 pessoas, sobe para 320 litros e sem a terceira fileira de bancos há generosos 625 litros.   

Ainda conforme a Renault, a segunda fila de bancos é deslizante e tem encostos reclináveis e a terceira pode ser facilmente removida e instalada novamente, Além disso, por dentro, o Tribe tem entre os destaques o cluster digital e o que parece ser uma nova central multimídia, versão atualizada da atual e prática Media NAV.

Mais detalhes do Renault Tribe

Renault Tribe
Divulgação
Interior para sete ocupantes agrada por detalhes modernos, como o cluster digital, o novo multimídia e a partida por botão

Também chamam atenção outros detalhes no pequeno SUV , como o sistema de partida por botão, saídas de ar-condicionado para as duas fileiras traseiras e vários porta-objetos, o que contribui com a habitabilidade do carro.

LEIA MAIS: Renault Kwid Outsider: aventura interessante. Confira a avaliação

No conjunto mecânico, o Renault Triber pode contar com motor 1.0, de três cilindros, capaz de gerar 72 cv e 9,8 kgfm de torque, que funciona com câmbio manual de cinco marchas, ou automático, cujos detalhes ainda não foram divulgados. O novo modelo comecará a ser fabricado em Chennai (Índia) e deverá ser vendidos em outros mercados emergentes, entre os quais o Brasil.