Tamanho do texto

Opções dos classificados permanecem atuais em relação aos zero km e, além do mais, a depreciação já se torna bem menos dolorosa ao bolso

A questão os preços altos dos carros novos está se tornando um problema à médida em que a crise econômica que atinge o Brasil vai se agravando. Para muitas pessoas que precisam de um carro uma das alternativas é escolher um modelo seminovo.

LEIA MAIS: Veja 5 seminovos que não compraríamos em 2019

 Entre as opções mais procuradas hoje em dia estão os SUVs seminovos , indicados para viajar em família. Na lista abaixo, a reportagem de iG Carros selecionou cinco exemplos com pouco uso que valem a pena ter na garagem Acompanhe a seguir.

1 - Hyundai Creta Attitude Automático 2017 — R$ 60 mil

Hyundai Creta branco
Divulgação/Hyundai Motor Brasil
Hyundai Creta bem equipado, seguro e equilibrado, o SUV é uma boa pedida com motor 1.6 e câmbio automático

Uma das versões mais indicadas do Creta  já tem câmbio automático, de 6 marchas, com motor 1.6. Entre os equipamentos, vem com Start-Stop, direção elétrica, volante multifuncional com ajuste de profundidade e altura, rádio com conexão Bluetooth e entrada USB, computador de bordo, travas e vidros elétricos, banco do motorista com ajuste de altura, ar-condicionado, rodas de liga leve de 16 polegadas, ISOFIX, e retrovisores com ajuste elétrico e seta integrada.

Vem equipado com o motor 1.6 Gamma,do HB20, mas que leva alterações como duplo comando variável de válvulas para admissão e escape, que o ajuda a gerar mais torque em baixa rotação. No total, produz 130 cv e 16,5 kgfm quando abastecido com etanol, e de acordo com o Inmetro-Conpet, o Creta faz 7,1 km/l (cidade) e 8,2 km/l (estrada) no etanol, e 10,1 km/l (cidade) 11,3 km/l (estrada) na gasolina.

2 - Nissan Kicks S 1.6 CVT 2017 — R$ 60 mil

Nissan Kicks
Divulgação
Nissan Kicks chama atenção pelo visual arrojado, mas a autonomia é prejudicada pelo tanque pequeno

A versão S é a básica, mas vem com fixadores traseiros para cadeiras de crianças (ISOFIX), rádio CD Player com entrada auxiliar, conector USB e Bluetooth e sistema inteligente de partida em rampas. Tem 1.6 flex, que desenvolve 114 cv e 15,5 kgfm, trabalha em conjunto com o câmbio CVT que simula 6 marchas. Segundo o Inmetro, faz 11,4 km/l (cidade) e 13,7 km/l (estrada) na gasolina, ou 7,7 km/l (cidade) e 9,4 km/l (estrada) no etanol, mas o tanque é pequeno, de apenas 41 litros. 

LEIA  MAIS: Conheça 5 modelos seminovos de sete lugares por até R$ 80 mil

Leve, o SUV da marca japonesa se sai bem no trânsito do dia a dia, mas precisa de melhor isolamento acústico. Outro ponto interessante é o visual arrojado que consegue fugir do lugar comum com elegância. Entretanto, não espere um desempenho empolgante na estrada, apenas razoável. Vai ficar um pouco mais animado com o porta-malas, de medianos 421 litros. 

3 - Jeep Renegade Sport 1.8 2017  - R$ 60 mil

Jeep Renegade preto
Carlos Guimarães/ iG
Jeep Renegade é valorizado entre os seminovos, mesmo na versão mais simples, com motor 1.8 flex, com pouca eficiência

 O utilitário esportivo mais vendido atualmente continua valorizado no mercado de seminovos. Portanto, para não passar dos R$ 60 mil, só mesmo optando pela versão mais simples, mas com câmbio automático de seis marchas, uma das exigências de quem compra um SUV nesse patamar de preço hoje em dia.

Mas é bom saber que o motor 1.8 não é dos mais eficientes e que o porta-malas ainda não tinha recebido o estepe temporário para ficar com um pouco mais de espaço do que os 260 litros. Nessa versão, não há nada de sofisticado e o acabamento é simples, com bancos de tecido e volante sem revestimento. Por fora, nada de pintura das carcaças dos retrovisores e rodas de aro 16 polegadas.

 4 - Renault Duster Expression 1.6 2018 - R$ 57 mil

Renault Duster marrom
Divulgação
Renault Duster Expression 1.6 com câmbio CVT é bem simples, mas espaçoso e com conjunto mecânico elogiável

 Essa versão também é a mais em conta da linha, mas já com o novo motor 1.6 SCe, todo do alumínio e bem melhor que o anterior, de mesma cilindrada. Funciona com mais suavidade e silêncio, sem vibrações incômodas. Além disso, está acoplado ao câmbio automático CVT, o que também favorece a economia de combustível. 

LEIA MAIS: Renault Duster CVT convence pela relação entre custo e benefício

Bom também é que o visual é o mesmo do modelo zero quilômetro, com lanternas traseiras com LED e grade frontal com entradas de ar mais largas. Porém, a simplicidade está por toda parte, com bastante plástico e sem nada de sofisticado, nem a central multimídia. Em contrapartida, o espaço é amplo, tanto para ocupantes quanto para bagagens, com porta-malas de 475 litros.

5 - Chevrolet Tracker LT 1.8 2017 - R$ 60 mil

Chevrolet Tracker vinho
Divulgação/General Motors
Chevrolet Tracker LT com motor 1.8 se destaca pelos equipamentos de segurança entre os SUVs seminovos até R$ 60 mil

 Apesar de ainda ter o visual da primeira geração, o modelo da GM é mais recomendável que o EcoSport do mesmo ano. Vem com motor 1.8 Ecotec, que não é um exemplo de eficiência, mas gera 140 cv, potência suficiente para viajar com certo conforto e segurança. O câmbio automático, de seis marchas, é um pouco hesitante.

 LEIA  MAIS: Hyundai Creta 2.0 enfrenta Chevrolet Tracker em briga de novos SUVs

Mas o visual se mantém atual, com poucas mudanças em relação ao Tracker da linha 2019. E a lista de equipamentos de série agrada, com velocímetro digital, ancoragem ISOFIX para cadeiras infantis, computador de bordo, volante com regulagem de altura e profundidade e seis airbags, itens de segurança valorizados entre os SUVs seminovos .