Com onze anos de mercado, geração atual do VW Gol continua sendo destaque no ranking de vendas
Divulgação
Com onze anos de mercado, geração atual do VW Gol continua sendo destaque no ranking de vendas

O ranking dos modelos mais vendidos da primeira quinzena de agosto mostra que a Volkswagen continua na busca de um lugar no Top 3. De acordo com os últimos dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), Chevrolet Onix (7.941), Hyundai HB20 (4.184) e Ford Ka (3.649) continuam na liderança, mas já são seguidos de perto por dois modelos da marca alemã: Gol (3.321) e Polo (3.176).

LEIA MAIS: Tudo sobre os câmbios automáticos, que já representam quase 50% das vendas

A lista dos dez modelos mais vendidos na quinzena continua com Fiat Strada (3.078), Hyundai Creta (2.952), Chevrolet Prisma (2.944), Renault Kwid (2.845) e Fiat Toro (2.607). Pelo volume de vendas, a Volkswagen lidera o ranking com 16.891 emplacamentos, seguida pela Chevrolet com 16.752 unidades. A Fiat aparece na terceira colocação com 13.880, antes de Hyundai (9.468) e Toyota (8.932).

Creta vende mais que Renegade, Kicks e HR-V

O Hyundai Creta volta a ser destaque na categoria dos SUVs compactos, superando todos os rivais
Divulgação
O Hyundai Creta volta a ser destaque na categoria dos SUVs compactos, superando todos os rivais

Na categoria dos SUVs compactos, o Hyundai Creta se apresenta como o grande destaque da quinzena. Até o momento, o modelo emplacou 2.952 unidades e encaminha uma liderança confortável ante Jeep Renegade (2.351) e Nissan Kicks (1.976). Líder por quatro anos, o Honda HR-V aparece apenas na quarta colocação com 1.908 emplacamentos. O Volkswagen T-Cross fecha o ranking, com 1.645 unidades.

Situação delicada da Ford

Nos últimos meses, a fabricante americana que sempre figurou entre as “quatro grandes” perdeu muitas posições no ranking de vendas. A Ford ocupa apenas a sexta posição na tabela nacional, com 7.751 emplacamentos na primeira quinzena de agosto.

Você viu?

LEIA MAIS: Ford prepara novo EcoSport para 2021 com a marca chinesa Changan

A Ford passa por um processo de reestruturação em todo o mundo, abandonando mercados não-lucrativos e fechando fábricas que produzem veículos de baixa demanda. Foi o caso dos complexos industriais de Bordeaux e Blanquedort (França), além da fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Apenas o Fiesta era fabricado na planta, enquanto Ka, Ka Sedan e EcoSport continuam em Camaçari (BA).

A fábrica da Ford em São Bernardo do Campo está sendo negociada com o Grupo Caoa. Decisão deve sair em semanas
Divulgação
A fábrica da Ford em São Bernardo do Campo está sendo negociada com o Grupo Caoa. Decisão deve sair em semanas

Alternativas para conter a crise global já estão sendo executadas. O SUV Territory que foi mostrado no Salão do Automóvel de São Paulo em 2018 está confirmado para o Brasil, e será inicialmente importado da China (com chances de regionalização na Argentina). Como o Jeep Compass tem sido um dos grandes responsáveis pelo faturamento do Grupo FCA, os concessionários clamavam por um produto na mesma categoria.

LEIA MAIS: Ford Territory está confirmado para o Brasil em 2020

Nos Estados Unidos, a marca pretende abandonar os segmentos dos hatchbacks, sedãs e utilitários comerciais. Neste caso, modelos como Fiesta, Focus, Fusion e Taurus estão condenados para dar lugar ao portfólio composto apenas por SUVs , picapes e o Mustang.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários