Motor Show

VW Fusca conversível, dos anos 70, teve vários itens modificados para receber motor elétrico dianteiro
Divulgação
VW Fusca conversível, dos anos 70, teve vários itens modificados para receber motor elétrico dianteiro

Para testar a possibilidade de criação de kits de eletrificação para automóveis clássicos, a Volkswagen e a empresa alemã eClassics se uniram para converter um Fusca conversível para propulsão elétrica usando apenas componentes feitos em série pela montadora.

LEIA MAIS: O último VW Fusca do mundo acaba de sair da linha de produção mexicana

As peças usadas no Fusca vieram do e-Up, a versão elétrica do hatch oferecida no mercado europeu (leia mais aqui) . O motor elétrico com potência equivalente a 82 cv permitiu ao modelo clássico atingir os 150 km/h e fazer de 0-80 km/h em pouco mais de oito segundos. Combinado ao pacote de baterias de 36,8 kWh (posicionadas no assoalho), o Fusca é capaz de rodar até 200 km com uma carga de baterias. Além da retirada do motor e câmbio originais, o carro recebeu reforços no chassi e novos freios.

LEIA MAIS: VW Fusca nacional faz 60 anos. Veja 5 "filhotes" do clássico carismático

Além do Fusca, as duas empresas já trabalham na produção de um kit de eletrificação nos mesmos moldes para a Kombi clássica. O carro poderá ser visto no Salão de Frankfurt (Alemanha), que abre ao público no próximo dia 12.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários