Tamanho do texto

Novidade iria ser mostrada no Salão de Tóquio, no fim do mês. Mas, por causa do defeito, apresentação do carro foi prorrogada para meados de novembro

Honda FIt amarelo arrow-options
Marcelo Poblete/Quattrotruote
Honda Fit terá faróis maiores e colocados em posição mais elevada entre as mudanças que serão adotadas

A nova geração do Honda Fit estava sendo esperada como uma das principais novidades do Salão de Tóquio (Japão), no fim do mês. Mas, de acordo com o jornal japonês Nikkei Shimbun , por causa de um defeito no freio de estacionamento elétrico, a apresentação do carro teve que ser adiada.

LEIA MAIS:  Honda divulga teaser do novo Fit antes da estreia

Agora, o novo Honda Fit será visto apenas em meados do mês que vem, com o início das vendas no mercado japonês programado para a metade de dezembro. Por causa do atraso na producão em série, ainda existe a chance da chegada do carro às lojas aconteça somente no começo de 2020.

Ainda conforme o Nikkei Shimbun, o defeito no freio de estacionamento elétrico está ligado à luz de advertência do sistema que será adotado pela primeira vez no modelo que terá outras mudanças importantes. Entre as quais, destaca-se o novo motor 1.0, turbo entre as opções do conjunto mecânico. 

Novo Honda Fit por dentro

Honda Fit arrow-options
Marcelo Poblete/Quattrotruote
O painel do novo Honda Fit terá quadro de instrumentos com velocímetro digital, como no Civic



O novo Honda Fit terá a mesma base do novo sedã City, que será mostrado no ano que vem. Ambos os modelos terão uma versão híbrida, que contará com motor elétrico funcionando em conjunto com outro a combustão, de 1.5 litro de cilindrada.

No Brasil, o novo Honda Fit deverá ser lançado em 2020, com o mesmo visual adotado no Japão. Isso inclui faróis maiores e instalados em posição um pouco mais alta que no modelo atual. Além disso, o para-brisa ficará mais amplo entre os principais destaques, assim como o maior espaço interno, que continuará tendo a versatilidade dos bancos dobráveis e rebatíveis.

LEIA MAIS: Honda Fit terá nova versão híbrida, em 2020, que faz 37 km/l, diz a fabricante

O interior do novo Honda Fit terá quadro de instrumentos digital, seguindo os passos do Civic . Dele também vai herdar a central multimídia, que terá formato de tablet e mais fácil alcance, bem como os comandos do sistema de climatização. Um terceiro item inédito no carro será a partida por botão.