Motor Show

Chery
Divulgação
Chery Tiggo 7, já com as mudanças da linha 2020, ainda será anunciado e revelado oficialmente pela CAOA

Lançados no fim do ano passado (Tiggo 5X) e no início deste ano (Tiggo 7) no mercado brasileiro, os SUVs da Caoa Chery vão mudar em 2020. A informação foi confirmada pela montadora nesta terça-feira (10), durante almoço com jornalistas.

LEIA MAIS: Chery QQ, o carro mais barato do mercado, sai de linha no Brasil

O menor Tiggo 5X vai ganhar uma leve reestilização, revelada no ano passado na China e que inclui mudanças na dianteira e no interior. Já o novo Tiggo 7 , mostrado em novembro no mercado chinês, é um novo Chery montado sobre a mesma base do atual.

LEIA MAIS: Veja as inovações apresentadas no Salão de Xangai

A marca não revelou se as alterações no visual do carro serão acompanhadas de mudanças mecânicas. Na China, o motor 1.5 turbo usado nos dois modelos ganhou 6 cv com a adoção da injeção direta de combustível. No novo Tiggo 7, outra novidade é a opção do propulsor 1.6 turbo de 197 cv.

Futuro

Chery
Divulgação
Chery Tiggo 8, o maior SUV da marca chinesa, é uma das possibilidades a serem anunciadas ano que vem

A Caoa Chery espera ultrapassar a marca de 20 mil carros vendidos no Brasil este ano. Para 2020, a meta é ainda mais ambiciosa: a de ultrapassar 50 mil automóveis emplacados. Para isso, além dos dois SUVs, estão nos planos da empresa o lançamento de um novo sedã (que será feito junto do Arrizo 5 na fábrica de Jacareí (SP) e de um outro SUV (provavelmente o Tiggo 8), que irá fazer companhia na linha de montagem de Anápolis (GO) para os Tiggo 5X e 7.

LEIA MAIS: Sedã JAC J7 chega ao Brasil em 2020

A montadora sino-brasileira estuda ainda trazer para o Brasil o utilitário Exeed LX, um modelo mais sofisticado que é baseado no Chery Tiggo 7.

    Veja Também

      Mostrar mais