Tamanho do texto

Vendas em 2019 cresceram 7,7% em relação ao ano anterior. Projeção para 2020 é que haverá alta de 9%, de acordo com a Fenabrave


Renault Kwid branco arrow-options
Divulgação
Renault Kwid ajudou bastante a Renault a aumentar sua participação de mercado no Brasil ultimamente


Conforme o balanço mensal da Fenabrave (Federação dos Distribuidores de Veículos) as vendas de automóveis e comerciais leves em 2019 ficaram 7,7% acima do registrado no ano anterior. Foram 2.658.927 unidades, ante 2.470.005. E de acordo com o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior, a expectativa é que em 2020 o volume total de vendas seja 9% maior que o de 2019.

LEIA MAIS: Novo Onix fecha mês na liderança de vendas, nas versões hatch e sedã

Ainda segundo o executivo, “a queda na taxa de juros e a manutenção do índice de inadimplência, dentro dos parâmetros aceitáveis, motivaram a confiança das instituições financeiras em ampliar a oferta de crédito, impulsionando as vendas nesses segmentos”. Para 2020, as projeções são positivas pelas condições econômicas um pouco mais favoráveis.


Analisando os números divulgados pela Fenabrave, há que se destacar alguns pontos, como as mudanças na participação de mercado entre as fabricantes. O destaque principal fica por conta da Renault , que pela primeira vez fecha o ano na frente da Ford . A marca francesa ficou com 9% de share ante 8,2% da rival. O lançamento do subcompacto Kwid foi fator determinante para o bom resultado.

LEIA MAIS: Kwid e Zoe representam os dois extremos da Renault

No sobe e desce da participação das marcas no mercado, a GM continua como líder, com 17,9%, seguida pela VW (15,6%), que diminuiu a diferença para a primeira colocada e ampliou a vantagem na comparação com a terceira, a Fiat (13,8%). Depois da Renaut (9%), em quarto,vem a Ford (8,22%), seguida bem de perto pela Toyota (8,11%).

Chevrolet Onix vermelho arrow-options
Divulgação
Chevrolet Onix se mantém como grande talismã que supera as vendas dos rivais com larga margem de vantagem

A marca japonesa teve lançamentos importantes,como o novo Corolla e o compacto Yaris. Além disso, tem planos consistentes de investimentos no Brasil e logo deverá ter um SUV compacto, baseado no modelo Raize. Com isso, aumentam as chances da Toyota superar a Ford, que também deve ter lançamentos, mas precisa ser ágil e eficiente nas suas decisões para não cair ainda mais no ranking.

LEIA MAIS: Dossiê Toyota: Veja todos os lançamentos da marca no Brasil até 2025

A Hyundai lançou a nova geração do HB20, mas isso não tem se mostrado suficiente para a marca crescer no Brasil hoje em dia. As vendas do novo compacto tem sido apenas mornas e a fabricante com fábrica em Piracicaba (SP) fechou 2019 apenas na sétima posição, com 7,8% do mercado, na frente da Jeep (4,9%), que não em um segmento superior e, portanto, de menor volume. Confira abaixo como ficaram as posições das 10 marcas mais vendidas do Brasil em 2019, mostrando o volume total e a participação de mercado. 

1  -GM 475.684 17,9%
2- VW 414.481 15,6%
3- Fiat 366.135 13,8%
4- Renault 239.227 9%
5- Ford 218.527 8,22%
6- Toyota 215.681 8,11%
7- Hyundai 207.656 7,8%
8- Jeep 129.463 4,9%
9- Honda 129.118 4,9%
10- Nissan 96.083 3,6%