Criamos a nossa coluna Vitrine para sanar as dúvidas que sempre surgem na hora de comprar um carro: é melhor comprar um modelo zero quilômetro ou seminovo? Já respondemos essa dúvida em diversas categorias, e você poderá conferir algumas delas nos links espalhados pela matéria. 

LEIA MAIS: Onix Plus zero quilômetro ou Cruze Sedan seminovo? Veja a comparação

Para a Vitrine de hoje, escolhemos dois hatches aventureiros da Renault. Afinal, é melhor comprar um Kwid Outsider 1.0 com cheiro de novo, ou um Stepway Expression 1.6 2019, ambos na faixa de R$ 45.350? Confira o veredito abaixo.

Conforto e segurança

Renault Kwid Outsider arrow-options
Divulgação
Renault Kwid Outsider é um subcompacto muito prático para a cidade; já o Stepway acolhe melhor a família

Apesar do design compacto, o Stepway é um carro grande mesmo para os padrões dos hatches compactos. São 4,06 metros de comprimento, 1,76 m de largura e 2,59 m de distância entre eixos, com 320 litros de capacidade no porta-malas. Trata-se do maior espaço interno disponível em seu segmento.

O Kwid é um subcompacto que visa praticidade e economia de combustível, logo, é mais recatado em suas proporções. São 3,68 metros de comprimento, 1,57 metros de largura e apenas 2,43 metros de entre-eixos, com honestos 290 litros no porta-malas.

Fica claro que o Stepway é uma opção mais adequada para uma família com filhos adolescentes, que terão mais espaço para as pernas no banco traseiro. Neste caso, o Kwid se mostra um veículo mais adequado para ir ao trabalho e fazer compras básicas no mercado.

Nenhum dos compactos tem controle de estabilidade e tração, mas o Kwid ganha por integrar airbags laterais em complemento aos frontais (somando 4). No Stepway, você encontrará apenas os dianteiros. 

De acordo com o Latin NCAP, o Kwid tem três estrelas tanto para a segurança de adultos quanto crianças. Na linha 2018/19, a família Sandero/Logan/Stepway tinha uma estrela para adultos e três para crianças, resultado que melhorou durante a reestilização do ano passado.

Equipamentos

Renault Sandero Stepway arrow-options
Divulgação
Renault Sandero Stepway traz o sistema Media Nav, que ainda não tinha funções de espelhamento do smartphone

Os modelos são igualmente equipados com vidros elétricos dianteiros, ajuste elétrico dos retrovisores e central multimídia com sistema Media NAV. O Kwid conta com a interface atualizada Evolution, onde o motorista poderá fazer o espelhamento da tela do celular diretamente na tela do kit multimídia. Dessa forma, é possível acessar apps como Whatsapp, Spotify e Google Maps via Android Auto e Apple CarPlay. 

LEIA MAIS: Corolla seminovo ou Yaris zero quilômetro: qual é a melhor compra?

O Stepway tem algumas praticidades, como ajuste de altura para o volante e luz no porta-luvas. Também é válido dizer que o Kwid é um carro de “baixo-custo”, portanto, seu acabamento é naturalmente inferior na comparação com o Stepway. Para economizar fios, a Renault também instalou os comandos dos vidros elétricos no centro do painel.

Dirigibilidade

Kwid arrow-options
Divulgação
O Stepway mostra mais afinco para enfrentar os desafios urbanos com seu motor 1.6, mas o Kwid é mais confortável

Estamos comparando dois motores da família SCe, com 1,0 e 1,6 litro. Mas as aparências enganam, pois o Stepway não supera o Kwid em todas as suas características. O modelo com base no Sandero é mais ágil, com 118 cv de potência e 16 kgfm de torque. Os números asseguram uma aceleração de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos, de acordo com a fabricante

O Kwid Outsider tem apenas 70 cv de potência e 9,8 kgfm de torque, também com câmbio manual de cinco velocidades. Apesar da aceleração de 0 a 100 km/h na faixa dos 14 segundos, o Kwid ainda se mostra bem ágil para a cidade - mérito do baixo peso (apenas 800 kg, contra 1,100 kg do Stepway). 

Se você dirige bastante no “anda e pára” das grandes cidades brasileiras, saiba que o Kwid agrada mais ao volante. Além de sua direção elétrica ser mais leve que o sistema eletro-hidráulico do Stepway, seu câmbio é mais macio, curto e bem escalonado.

O Kwid também é mais econômico, aferindo 9,6 km/l na cidade e 10 km/l na estrada com etanol, além de 14,1 km/l na cidade e 14,4 km/l na estrada com gasolina. No Stepway 1.6, os números ficam na casa de 8,3 km/l e 8,8 km/l (cidade e estrada) com etanol, e 12 km/l e 12,1 km/l, respectivamente, com gasolina.

IPVA

Seguindo a taxa de 4% cobrada pelo IPVA em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo - os mais caros do Brasil - a taxa cobrada pelo Kwid anualmente será de R$ 1.554. No Stepway, o valor sobe para R$ 1.808. Considerando o porte dos modelos, trata-se de um valor razoável.

Seguro e Depreciação

Renault Kwid Outsider arrow-options
Divulgação
Veja o valor do seguro de Kwid Outsider e Stepway Expression

De acordo com o site Meu Seguro Auto, o valor cobrado no Kwid ficará na faixa de R$ 1.313, para um paulistano, na faixa dos 30 anos, com filhos pequenos. Para o Stepway, o seguro será de R$ 1.699 com o mesmo perfil. Portanto, o Kwid é expressivamente mais barato de se manter.

O Stepway perderá 12,6% de seu valor em 2020. Já o Kwid Outsider perderá 4,88% do valor no primeiro ano de uso, e 9,62% no segundo ano. 

Conclusão

Renault Kwid Outsider arrow-options
Divulgação
A melhor escolha dependerá do seu perfil, mas o Renault Kwid Outsider se mostra mais adequado para a cidade

É evidente que ambos os modelos têm suas qualidades e pênaltis. O Kwid Outsider é mais seguro e conectado, disponibilizando quatro airbags e central multimídia com Apple CarPlay e Android Auto. Ele também é mais legal de dirigir que o Stepway, mas passa a impressão de fragilidade por conta da simplicidade dos materiais. 

LEIA MAIS: Voyage novo ou Jetta seminovo: qual compensa mais?

Já o Stepway é um dos maiores hatches de sua categoria, com bom espaço interno e um porta-malas insuperável. Se você tem filhos pequenos e outro carro para viajar, o Kwid pode servir. Mas se a família fizer questão de muito espaço interno e compartimento de carga para ir à praia, leve o Stepway.

    Veja Também

      Mostrar mais