Peugeot arrow-options
Divulgação
Com linhas arrojadas, o Peugeot 208 é o vencedor do consagrado prêmio de Carro do Ano na Europa

O Peugeot 208 recebeu hoje o prêmio de Carro do Ano na Europa, após uma avaliação feita por 60 jornalistas especializados do setor automotivo. O modelo obteve 281 pontos e ficou à frente de modelos como o novo Tesla Model 3 (242 pontos), Porsche Taycan (222 pontos), Renault Clio (211 pontos), Ford Puma (209 pontos), Toyota Corolla (152 pontos) e BMW Série 1 (133 pontos). O elétrico e´208 também venceu em sua categoria. A entrega seria feita nesta semana no Salão de Genebra que foi cancelado devido ao coronavírus.

LEIA MAIS: Peugeot vai mostrar nova picape média em março de 2020

Sucesso de vendas em países como França, Alemanha e Portugal, o hatch compacto (na versão a combustão) deve estrear no Brasil ainda no primeiro semestre, sem tirar de linha a antiga geração, atualmente à venda. Conforme o que foi divulgado pela PSA , o novo Peugeot 208 será equipado com a nova plataforma CMP, que além de ser mais leve do que as antecessoras ainda permitirá adotar novos equipamentos inéditos para o segmento.

LEIA MAIS: Embate interno: Citroën C3 1.2 de entrada ou 1.6 AT de topo? Temos um vencedor

Mais equipamentos e mecânica

Peugeot arrow-options
Divulgação
Interior traz ergonomia e as tecnologias de conectividade de última geração da marca

Entre eles, as assistências de condução do ADAS (Advanced Driver Assistance Systems). Isso inclui itens como frenagem autônoma de emergência, controle de cruzeiro adaptativo, alerta de iminência de colisão frontal, entre outros. Na Argentina, será oferecido com o motor 1.2, de três cilindros, com 82 cv e 12 kgfm na gasolina, que é o mesmo do 208 atual.

LEIA MAIS: Renault Kwid elétrico chega à Europa para se tornar o EV mais em conta

Nas versões intermediárias, será substituído pelo 1.6 16V, que, com gasolina, rende 115 cv e 15,5 kgfm. Se na versão mais simples o câmbio será somente o manual de cinco marchas, nesta entra como opção, também, o automático, de seis. Na versão de topo, o mesmo 1.2 ganha um turbocompressor, que com injeção direta, é capaz de aumentar os números para 130 cv algo em torno dos 20,4 kgfm. O câmbio do novo Peugeot 208 será apenas automático, mas ainda não sabemos se a Peugeot usará o AT6 do 1.6, ou o novo AT8 europeu.

    Veja Também

      Mostrar mais