Amarok arrow-options
Divulgação
Nova VW Amarok ainda está na fase dos esboços. A fase de criação do conceito será adiada

O projeto que previa o desenvolvimento unitário de picapes entre VW e Ford não será mais executado na América do Sul. A informação foi divulgada pela mídia argentina, onde ela seria criada e produzida pela Ford, mas a VW voltou atrás e desistiu de concedê-la a tarefa. O plano, chamado de Cyclone, previa que as novas Ranger e Amarok compartilhassem a plataforma e muitos componentes mecânicos. A queda brusca do mercado sul-americano nos últimos anos, especialmente da própria Argentina — que despencou sozinha mais de 40% em 2019 — foi o principal motivo para a desistência.

LEIA MAIS: Números do setor automotivo caem quase 90% na segunda metade do mês

A fábrica de Pacheco (Argentina) já estava pré-estruturada para o início da nova linha de montagem, que deveria aumentar ainda mais a capacidade máxima de produção ante os 140 mil veículos/ano (50 mil só de Amarok). Ao fazer as picapes da VW e Ford a partir de 2022, a expectativa era de que a fabricante pudesse alcançar um patamar entre 100.000 e 125.000 unidades/ano, o que voltaria a tornar a operação rentável.

LEIA MAIS: Empresas terceirizam frotas para reduzirem custos

Amarok arrow-options
Divulgação
Fábrica da Volkswagen em Pacheco (Argentina) seguirá com a produção da Amarok, postergando novidades para as picapes

Além disso, a crise financeira na Argentina e a crise do Coronavírus não são tão férteis para muito arrojo. Isso levou a Volkswagen a focar no Tarek, que dará origem a um SUV médio no ano que vem, e a considerar manter a Amarok atual em produção por mais um tempo. A VW declarou oficialmente que “está trabalhando em seus ambiciosos planos de cooperação global com a Ford, através de veículos elétricos e autônomos, furgões comerciais e picapes médias”.

LEIA MAIS: A Indústria automotiva precisa mudar de marcha pós-coronavírus

“Esperamos ansiosamente fornecer uma atualização sobre a nossa parceria e informaremos em breve os detalhes dos projetos acordados com a Ford. Não há alterações nos planos atuais da Volkswagen Argentina”, completa a fabricante alemã. Vale lembrar que a VW e Ford chegaram a assinar um memorando de intenções para novas colaborações em segmentos cada vez mais focados em mobilidade, e que, portanto, não se trata de um combinado superficial, apenas.

    Veja Também

      Mostrar mais