Vendas
Divulgação
A pandemia exige cuidados redobrados com questões que antes ou eram apenas secundárias, ou que nem eram demandadas

Vendas de carros em tempos de quarenta e isolamento social ainda é possível, mesmo com a maior parte dos Departamentos estaduais de trânsito fechados no Brasil. Entretanto, especialmente nesta fase onde boa parte das pessoas estão em casa, ou por algum motivo precisam vender o carro por necessidade, cresce o número de golpes praticados a partir dos classificados online. Neste período, cuidados específicos são fundamentais.

LEIA MAIS: Demanda por funilaria cresce 26% durante a quarentena

A partir de um anúncio, golpistas ligam ou enviam mensagem por SMS ou WhatsApp para o vendedor e se apresentam como atendentes de determinado site de classificado . Os criminosos solicitam dados pessoais para "confirmar" determinado anúncio no site de vendas de carros para "atualização de dados".

LEIA MAIS: Gasolina ou etanol na pandemia? Veja qual é mais vantajoso

Pilantra
Divulgação
Os golpistas podem usufruir do fato de que os poucos meios de contato restantes podem ser, também, os que mais ocultam suas más intenções

Em empresas como a AutoShow, por exemplo, não é feito nenhum contato com anunciantes seja por telefone, seja por mensagem. A única comunicação feita com anunciantes, se necessário, é pelo ambiente do site ou no inbox das redes sociais. Logo, questione a necessidade de haver esse intermediário em alguns casos nos anúncios de carros .

LEIA MAIS: Aumentam os índices de roubo e furto de veículos na quarentena em SP

Vale lembrar que, em cidades que estão sem atendimento dos Detrans, o comprador deve aguardar o retorno do atendimento para finalizar a transferência. O prazo de averbação só começa a contar a partir dos 30 dias quando o atendimento presencial for retomado.

Veja algumas dicas que a AutoShow separou para a sua venda ser um sucesso durante a pandemia:

▬ Lave o carro deixando o visual interno e externo atrativo para possíveis interessados. Carro sujo não chama atenção;

▬ Faça boas fotos do carro: evite tirar fotos escuras, à noite, distantes do carro ou sem resolução. Faça fotos de todos os lados, do interior, do motor etc;

▬ Capriche na descrição completa informando o estado do veículo, se tem algo que precisa ser feito, algum conserto ou revisão pendente etc;

▬ Deixe o carro o máximo possível preparado para a venda: troca de óleo em dia, histórico das revisões feitas à mão, etc;

▬ Deixe seu telefone disponível e fique atento às mensagens de possíveis interessados no carro;

▬ Ao receber contato de interessados marque uma visita em local público como estacionamento de supermercados (estão abertos) ou postos de gasolina em avenidas movimentadas. Não marque a visita em sua casa;

▬ Ao mostrar o carro antes de um contato com outra pessoa higienize o volante, o câmbio, bancos e pontos de contato como maçaneta e forração de porta. É uma segurança para o interessado e para você;

▬ Evite o toque pessoal. Converse com o interessado à distância de dois metros, usando máscara e deixe o interessado à vontade para olhar o veículo. Se for preciso ande com o interessado sem encostar na outra pessoa e usando sempre a máscara facial;

▬ Ao fechar negócio tenha certeza que o dinheiro está disponível na conta. Ligue para o gerente e tenha certeza do saldo disponível. Vá ao banco (estão abertos) com o comprador para uma negociação mais segura;

▬ Ao preencher o documento de transferência, faça o reconhecimento de firma do comprador e vendedor nos cartórios que estão abertos normalmente.

    Veja Também

      Mostrar mais