Fiesta
Divulgação
Ford Fiesta tem sido bem aceito no mercado de seminovos, mesmo depois de ter saído de linha no Brasil, no ano passado

As vendas online aumentam durante a pandemia do novo coronavírus e essa prática passará a fazer parte do que se chama de "novo normal" no mercado automotivo. Entre os modelos seminovos, conforme o site Instacarro, o carro mais vendido no primeiro trimestre foi o  Ford Fiesta, que saiu de linha, há um ano. De acordo com o relatório, o hatch compacto da marca americana foi responsável por 4,7% do total nas vendas.

LEIA MAIS: Seminovos com até dois anos de uso tendem a se valorizar na pandemia

Em seguida, aparece o VW Fox (4%), seguido pelo Renault Sandero (3,6%), outros dois hatches compactos, como mostra o quadro abaixo, que diz na coluna da esquerda se o modelo ganhou ou perdeu posições nos últimos quatro meses. Na lista dos seminovos mais vendidos também estão Honda Fit, Hyundai HB20, Citröen C3, Ford Ka, Fiat Palio, Chevrolet Celta e Fiat Uno, que não tem se saído bem nas vendas em entre os novos, mas ainda tem boa procura entre os seminovos.

Conforme o estudo do Instacarro, tanto o Honda Fit quanto o Hyundai HB20 subiram duas posições e estão na quarta e na quinta colocações, com 3,5% e 3,3% de participação nas vendas, respectivamente. O Fiat Uno subiu cinco posições e é o décimo com 2,2%. Já o Fiat Palio passou da quarta para a oitava posição com 2,8%.

1- Ford Fiesta 4,7%  0
2 - Volkswagen Fox 4%  1
3 - Renault Sandero 3,6% -1
4 - Honda Fit 3,5% 2
5 - Hyundai HB20 3,3% 2
6 - Citroën C3 3,0% 3
7 - Ford Ka 3,0% 1
8 - Fiat Palio 2,8% -4
9 - Chevrolet Celta 2,3% 0
10 - Fiat Uno 2,2% 5

LEIA MAIS: Conheça 5 hatches seminovos que não passam de R$ 30 mil

Os dados da InstaCarro diferem do levantamento dos seminovos mais vendidos da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Nos três primeiros meses de 2020, o modelo mais vendido, segundo a entidade, é o Volkswagen Gol, seguido pelos modelos Palio e Uno, ambos da Fiat.

    Veja Também

      Mostrar mais