Ferrari Enzo
Divulgação
Ferrari Enzo: O último hiper-carro "raiz" e que marcou época, com câmbio de Formula 1, motor V12 aspirado e visual consagrado nos anos 2000

As casas de leilões pelo mundo já estão acostumadas a ver relíquias da Ferrari superar recordes. E, então, eis que a Ferrari Enzo, modelo de produção limitada que leva o nome do criador da marca, quebra a banca mais uma vez. Foi vendida por 2,3 milhões de euros, ou R$ 12,9 milhões, via internet, tornando-se o carro mais caro da história a ser leiloado online. O evento online foi feito pela RM Sotheby’s, uma das casas de leilões mais famosas do planeta.

LEIA MAIS: Ferrari traz ao Brasil novo supercarro que custa R$ 3,5 milhões

Ferrari
Divulgação
A grade traseira estreita, logotipo pequeno,além das quatros saídas de escape e quatro lanternas traseiras, despertam muitas saudades

Sem que o milionário pudesse vê-la por perto, o novo recorde desbanca outra Ferrari vendida em 2015, uma 288 GTO de 1985, que sido tinha sido arrematada por 2 milhões de euros na época, R$ 8,4 milhões. A Ferrari Enzo , ano/modelo 2003, teve apenas 400 exemplares fabricados.

LEIA MAIS: Ferrari que foi da polícia italiana é colocada à venda

Tecnologia que surpreende até hoje

Ferrari
Divulgação
Seu interior equivale aos hiper-carros atuais, que mostram o forte vinculo com a equipe de Formula 1

E a famosa frase de Enzo Ferrari de que “quando você compra uma Ferrari, paga-se apenas pelo motor e o resto vem de graça”, é eternizada nesse hiperrcarro, através do que se encontra debaixo do capô. O modelo tem um motor 6.0 V12 que entrega 660 cv e 65,7 kgfm. A tração é traseira e o câmbio automatizado, de seis marchas. Os números garantem uma aceleração de zero a 100 km/h em apenas três segundos e atinge uma velocidade máxima de 250 km/h.

LEIA MAIS: Vídeo mostra fabricação da Ferrari SF90 Stradale; assista

O primeiro proprietário desta Enzo foi um colecionador de São Francisco (EUA), que ficou com o modelo até 2018, quando decidiu vender. Entretanto, nenhum dos dois donos rodou tanto assim com o hipercarro, o que se observa pelos seus pouco mais de 2.000 km no odômetro. A unidade também é uma das poucas, entre as 400, que conta com os revestimentos dos bancos com os emblemas feitos em impressoras 3D, item que era vendido como opcional e que poucos clientes da  Ferrari quiseram.

    Veja Também

      Mostrar mais