O Cesvi Brasil divulga os resultados do recém-lançado Volkswagen Nivus no índice Car Group, que com base em crash-tests dianteiros e traseiros avalia fatores como custos de reparação, tempos de substituição de peças e o custo da cesta de componentes para dar uma pontuação. Quanto mais próximo de zero for essa nota, mais fácil (e barato) é o reparo do veículo.

O SUV do Polo atingiu a pontuação 16, melhor nota dentre os modelos utilitários esportivos e utilitários esportivos compactos já avaliados pelo centro de pesquisas. Confira abaixo os resultados do Volkswagen Nivus e de outros SUVs no Car Group.

1- VW Nivus - índice 16

VW Nivus
Divulgação
VW Nivus: primeiro SUV com ares de cupê fabricado no Brasil teve o primeiro lote fabricado todo vendido no Brasil

No estudo realizado pelo Cesvi Brasil, o recém-lançado SUV cupê da Volkswagen teve a sua cesta de peças para reparo de colisão (R$ 18.923,68) classificada entre as mais baratas, embora não tenha sido a mais acessível.

O grande destaque do modelo foi o pouco tempo necessário para fazer o reparo: foram 9,39 horas centesimais na dianteira e 2,4 horas centesimais na traseira.

2 - VW T-Cross - índice 16

VW T-Cross
Divulgação
VW T-Cross tem mostrado boa aceitação no mercado,ficando no topo da lista dos SUVs mais vendidos neste mês de julho

O T-Cross também foi bem classificado no Car Group, tendo também recebido a nota 16 do irmão menor. Mas tanto a cesta de peças quanto o tempo de reparo foram diferentes do Nivus.

Isso é explicado pelo fato de o modelo ser classificado como um utilitário esportivo, e não um utilitário esportivo compacto, na avaliação. A cesta de peças do T-Cross foi cotada em R$ 19.013 e o tempo do reparo foi de 11,78 horas centesimais na dianteira e 7,16 horas centesimais na traseira.

3 - Ford EcoSport - índice 37

Ford EcoSport
Divulgação
Ford EcoSport já está perdendo apelo no mercado, mas ainda é um dos SUVs mais em conta de consertar conforme o ranking do CESVI Brasil

O EcoSport é atualmente um dos SUVs compactos mais antigos do mercado brasileiro, tendo sido lançado na atual geração em julho de 2012. E o resultado disso teve refletiu na nota do modelo: 37, a terceira melhor entre os utilitários testados.

Apesar do EcoSport ter a cesta de peças mais barata (R$ 16.128,92) avaliada, o que pesou foram os tempos necessários para o conserto: 44,43 horas centesimais para a dianteira e 25,6 horas centesimais para a traseira.

4 - Renault Duster - índice 52

Duster
Divulgação
Renault Duster foi renovado e passou a ficar com desenho mais arrojado sem deixar de lado a robustez


Lançado em março no Brasil, o novo Renault Duster na verdade é uma reestilização do antecessor, mantendo a mesma plataforma mas ganhando carroceria e interior renovados.

No Car Group o modelo obteve uma nota 52, com uma cesta de peças de R$ 17.576 e 39,45 horas centesimais necessárias para o reparo da dianteira e 23,09 horas centesimais para a traseira.

5 - Peugeot 2008 - índice 53

Peugeot 2008
Divulgação
Peugeot 2008 está no final do ciclo no Mercosul, onde a PSA já anunciou planos de lançar novos modelos. A nova geração virá da Argentina

Lançado no Brasil em 2015, SUV compacto da Peugeot passou por uma leve reestilização no ano passado, quando ganhou uma nova grade e para-choque frontal.

O modelo ganhou uma nota 53 no CarGroup. Apesar dos tempos de reparação terem ficado pouco acima dos líderes (13,65 horas na dianteira e 11,23 horas na traseira), o que pesou foi a cesta de peças bem mais cara: R$ 43.140,02, acima do que o que custa a do Volkswagen Nivus .

    Veja Também

      Mostrar mais