Mini Countryman SE PHEV deverá ser um dos modelos que serão afetados pelo possível aumento de IPVA em São Paulo
Divulgação
Mini Countryman SE PHEV deverá ser um dos modelos que serão afetados pelo possível aumento de IPVA em São Paulo


O Governo de São Paulo estuda acabar com alíquota de IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 3% para carros híbridos, elétricos, GNV ou etanol. A ideia é que a cobrança passe a 4%, mesmo percentual dos carros a gasolina, flex e diesel.


A medida faz parte do projeto de lei 529/2020, enviado pelo governador de São Paulo João Doria (PSDB) para a Assembleia Legislativa, e que trata de uma série de medidas de ajuste para o orçamento, que além da mudança na tributação dos carros híbridos inclui também a extinção de empresas públicas.

Você viu?

Essa alíquota de 3% existe graças a uma lei estadual de 2008. Se a cobrança desses 4% já estivesse em vigor neste ano, o proprietário de um Toyota Corolla Altis Hybrid , híbrido mais acessível do Brasil, que este ano pagou R$ 3.359,55, teria que ter desembolsado R$ 4.479,44.

Toyota Corolla híbrido é outro modelo que poderá ficar um pouco mais caro caso o IPVA aumentar em São Paulo
Divulgação
Toyota Corolla híbrido é outro modelo que poderá ficar um pouco mais caro caso o IPVA aumentar em São Paulo


Além da mudança na regra para carros híbridos , o projeto de lei prevê ainda a mudanças nos critérios para a isenção do IPVA dos veículos PCD e também o fim da alíquota menor para os veículos de empresas de locação. Medida esta que gerou críticas do setor.

"O IPVA cobrado em São Paulo já é o mais alto do Brasil. A alíquota é de 2% para os carros de locadoras, enquanto no restante do país varia entre 0,5 e 1%. O fim deste desconto afeta ainda mais a competitividade das empresas no estado. Estamos levando essa questão para os deputados", afirmou Paulo Miguel Júnior, presidente da Abla (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis)

Atualmente, os recursos obtidos com o IPVA são repartidos igualmente entre o estado e o município.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários