Toyota Corolla
Roberto Assunção
Toyota Corolla pode ser alugado com aval da fabricante, tendência que vai crescer bastante n Brasil


A Kinto — joint venture formada entre o braço financeiro da Toyota e o conglomerado japonês Mitsui para fornecer serviços de mobilidade — passa a disponibilizar oficialmente no mercado brasileiro o Kinto One, serviço de terceirização e gerenciamento de frotas corporativas.


O Kinto One não exige um número mínimo de veículos e pode ser contratado na rede de concessionários da Toyota . Além da documentação e do pacote de assistência e manutenção, o cliente poderá ainda personalizar os carros para um atividade específica, com a instalação de blindagem ou equipamentos para áreas de mineração.

Nesta fase inicial, o Kinto One conta com 34 clientes e uma lista de 300 veículos para serem entregues. Até 2025, a Kinto espera ultrapassar com o serviço a marca de 12 mil carros no Brasil. Para isso, está confirmado o investimento de R$ 1,1 bilhão nos próximos cinco anos, recursos que serão empregados na compra dos carros Toyota e Lexus .

Outros serviços

Toyota
Divulgação
Toyota Corolla é um dos modelos que podem ser alugados via aplicativo como parte do programa Kinto Share


O Kinto One vem se somar ao Kinto Share — serviço que permite a locação de carros por meio de aplicativo e nas concessionárias da Toyota — que substituiu o Toyota Mobility Services iniciado em setembro do ano passado. Atualmente, o Share conta com 20 mil clientes cadastrados em todo o país.

No exterior, a Kinto oferece outras opções voltadas para pessoas físicas, como carros por assinatura e serviços de transporte pessoal, nos mesmos moldes da Uber. Mas apesar de seguirem em análise para o mercado brasileiro, esse foco no mercado comporativo é explicado pelo potencial destes clientes.

Dados apresentados pela Toyota apontam que 20% das empresas brasileiras contam com frotas terceirizadas, ante um percentual que varia entre 60% e 80% em países como Espanha e Inglaterra.

"Vai haver sobreposição [com as locadoras tradicionais]. Mas acreditamos que o mercado brasileiro tem espaço suficiente para outras empresas oferecerem este tipo de serviço", destacou Roger Armellini, diretor comercial da Kinto e de mobilidade e transformação de negócios da Toyota , em entrevista coletiva.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários