Mercedes-Benz EQC
Divulgação
Fabricantes em todo o mundo focam no desenvolvimento de SUVs elétricos; caso do Mercedes-Benz EQC, na imagem acima

O Reino Unido irá proibir a venda de novos carros e vans equipados com motores a gasolina ou diesel a partir de 2030, afirma o primeiro-ministro Boris Johnson. Segundo o premier britânico, a iniciativa tem o objetivo de conter o aquecimento global e gerar empregos em indústrias com foco em energia renovável . Alguns modelos híbridos ainda serão permitidos, ele garante.

Johnson antecipa em dez anos o compromisso de interromper as vendas de veículos de passeio a combustão no Reino Unido. O prazo inicial estipulava a proibição a partir de 2040. Alok Sharma, Secretário de Energias e Indústria, afirmou à BBC que o novo plano de governo deverá proporcionar a criação de 250 mil novas vagas de emprego em todo o país, com foco na região norte da Inglaterra e no País de Gales. 

Nos próximos dez anos, o Reino Unido deverá gastar 1,3 bilhão de libras esterlinas (equivalente a R$ 9 bi) na criação de uma nova infraestrutura de carregamento para veículos elétricos ou híbridos plug-in . Outros 582 milhões de libras (R$ 4,1 bi) serão gastos em incentivos para a aquisição de modelos na categoria.

O governo britânico também planeja gastar 525 milhões de libras (R$ 3,7 bi) na criação de uma nova usina nuclear, que será administrada por um consórcio da Rolls-Royce .

Veículos eletrificados no Reino Unido

Mitsubishi Outlander PHEV
Divulgação
Mitsubishi Outlander PHEV é o veículo eletrificado mais vendido do Reino Unido

Atualmente, o Mitsubishi Outlander híbrido plug-in é o veículo eletrificado mais vendido do Reino Unido, seguido pelo Nissan Leaf 100% elétrico e o híbrido BMW 330e . Outros destaques do mercado britânico são o Tesla Model 3 , BMW i3 (elétricos) e BMW 530e (híbrido).

Renault Zoe , Tesla Model 3 , Mercedes-Benz C350E e o Volkswagen Golf GTE compõem o fim da lista dos 10 veículos eletrificados mais vendidos do Reino Unido. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários