Mini Countryman
Cauê Lira
Mini Countryman 2021 desembarca da Holanda para se tornar queridinho entre os SUVs híbridos no Brasil

Poucos carros trazem sorrisos ao rosto com tanta facilidade quanto os carismáticos compactos da fabricante britânica Mini. Neste novo capítulo de sua história, a marca comandada pelo Grupo BMW pretende alçar voo em um segmento que só cresce em todo o mundo: os SUVs híbridos.

Não à toa, o Mini Countryman 2021 acaba de chegar da Holanda com duas versões eletrificadas que devem corresponder a 70% de seu volume de vendas no Brasil. Estamos falando dos modelos All4 Exclusive (R$ 234.990) e All4 Top (R$ 264.990), que são complementadas pelas versões apenas a gasolina S (R$ 199.990) e John Cooper Works (R$ 299.990).

As lanternas traseiras do Countryman receberam o arranjo “Union Jack”, que representa a bandeira do Reino Unido. A grade do radiador também foi redesenhada, ficando mais alinhada com os últimos lançamentos da marca.

O modelo tem 4,29 metros de comprimento e 2,67 de entre-eixos, com porta-malas de 450 litros. Por conta das baterias, o compartimento de carga dos modelos híbridos é menor, com 405 litros de capacidade. Apesar de “Mini”, o modelo tem proporções semelhantes ao BMW X1 , seu irmão de plataforma. Evidentemente, os ângulos de entrada e saída do Mini Countryman são menores na comparação com o SUV alemão, revelando que seu lugar é no asfalto.

O mesmo design que encanta pelo lado de fora se repete no habitáculo do Mini Countryman , onde o modelo conta com cluster digital acoplado ao volante multifuncional e botões inspirados em aviões. Infelizmente, a central multimídia de 8,8 polegadas não tem compatibilidade com Android Auto – logo, o usuário precisa ter um iPhone para realizar o pareamento e replicar informações de Waze, Spotify e WhatsApp.

A qualidade do acabamento chama atenção, com materiais emborrachados espalhados por toda a cabine. Os bancos de couro Alcantara na tonalidade Marrom Conhaque são de ótimo gosto

Para nosso primeiro contato com o novo Countryman, a Mini ofereceu a versão All4 Top, com motor 1.5 que funciona em conjunto com um propulsor elétrico. A potência combinada é de 224 cv, com torque na faixa de 37 kgfm. O câmbio automático de seis marchas distribui sua força nas quatro rodas.

Mini
Divulgação
Mini Countryman 2021 tem interior caprichado e com novidades bem-vindas que deram mais apelo ao modelo

É no volante que se percebe que o tal “go-kart feeling” que a Mini utiliza na divulgação de seus produtos não é apenas um jargão de marketing. O Countryman é diferente de qualquer outro SUV premium convencional.

Para começar, a posição de dirigir está mais para um “hatchzão” do que SUV. O volante é pequeno e tem boa empunhadura, enquanto os bancos abraçam bem as costas do motorista. Próximo ao pára-brisa dianteiro, o Countryman projeta a velocidade pelo head-up display para garantir olhos atentos na estrada. 

Se o motorista está rodando em baixa velocidade em circuito urbano, o Countryman híbrido dá preferência pelo modo 100% elétrico. Segundo a fabricante, o modelo pode percorrer até 57 km sem gastar uma só gota de gasolina. O Inmetro divulga que o SUV britânico pode marcar até 22,3 km/l na cidade e 23,6 km/l na estrada.

Basta pisar no acelerador para “acordar” o motor 1.5, que também tem funcionamento suave e linear. O bom isolamento acústico é outro destaque, uma vez que a versão All4 Top também conta com sistema de som premium da Harman Kardon, com 12 alto-falantes.

O motorista ainda poderá escolher um dos três modos de condução da versão híbrida. O primeiro, Max eDrive, utiliza propulsão 100% elétrica. O “Auto eDrive” pode mesclar motorização a combustão e elétrica de acordo com a necessidade. Já o modo “Battery” serve para recompor a carga da bateria, aproveitando acelerações e frenagens.

A Mini divulga que o Countryman híbrido leva cerca de quatro horas plugado em uma tomada doméstica de 220 V e oito horas na tomada de 110 V para retomar 100% de sua carga. Vale lembrar que a tomada precisa ser aterrada. No wallbox, unidade específica para recarga de veículos elétricos e híbridos plug-in, este tempo é reduzido para duas horas.

O novo Mini Countryman All4 Top pode não ser o SUV híbrido mais acessível do mercado, mas sem dúvidas é um dos mais legais. Pelo preço, seu principal rival no Brasil será o Lexus UX , que parte de R$ 233.990 na versão Dynamic e pode chegar a R$ 295.990 na versão F-Sport

Ficha técnica:

Motor: 1.5, três cilindros, turbo, gasolina

Potência: 136 cv  a 4.400 rpm + 88 cv (elétrico)= 224 cv ao todo

Torque: 22,4 kgfm  a 1.250 rpm  + 16,8 kgfm (elétrico) = 39,3 kgfm ao todo

Transmissão:  Câmbio automático, seis marchas, tração integral

Suspensão:Independente (dianteira) e multibraço (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira

Pneus: 225/45 R19 

Dimensões: 4,30 m (comprimento) / 1,82 m (largura) / 1,56 m (altura), 2,67 m (entre-eixos)

Tanque : 36 litros

Porta-malas: 405 litros 

0 a 100 km/h: 6,8 segundos 

Vel. Max: 198 km/h 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários