Peugeot 208 GT-Line
Reproducão/Argentina Autoblog
Peugeot 208 GT-Line será importado da Eslováquia








Peugeot foi muito criticada pelos fãs brasileiros por ter deixado de oferecer por aqui o novo 208 com o motor turbo disponível no carro europeu. Pois o hatch com motorização sobrealimentada já aparece em testes na Argentina. Trata-se de um exemplar da versão GT-Line, que além do visual com elementos esportivos traz um motor 1.2 de 130 cv.


As imagens, do hatch circulando pelas ruas de Buenos Aires, foram divulgadas pelo site Argentina Autoblog . Diferente das versões equipadas com o motor 1.6 de quatro cilindros e o 1.2 aspirado, ambas montadas na fábrica argentina de El Palomar, o novo Peugeot 208 GT-Line será importado da Europa, onde é produzido na fábrica de Trnava (Eslováquia).

No país vizinho, essa variação turbo vai assumir o papel de versão de topo da gama. De acordo com o Argentina Autoblog, uma versão com o motor 1.2 de 130 cv chegou a ser estudada para integrar a linha do 208 "Mercosul". Mas foi descartada pelo fator custo.




O Peugeot 208 GT-Line se diferencia pelo visual mais esportivo na comparação com os 208 argentinos, com elementos como a chamativa cor amarela e as caixas de roda com aplique em preto brilhante e as rodas exclusivas.

Esse 208 europeu ainda traz outras diferenças em relação ao carro produzido em El Palomar, como a presença da luz de neblina traseira, o tanque de combustível menor, materiais de acabamento superiores e a alavanca do câmbio automático de seis marchas do tipo eletrônica, como a vista por aqui no SUV 3008 , no lugar da convencional.

No Brasil, a Peugeot optou por uma estratégia diferente para complementar a linha do 208 vindo da Argentina. No lugar de importar uma versão com o motor 1.2 turbo, a filial local da marca francesa optou por trazer da Europa o elétrico Peugeot 208  e-GT, equipado com um propulsor de 136 cv, que chega ao mercado brasileiro em 2021.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários