Gasolina
Divulgação
Saiba quais estados se destacam pelos maiores e menores preços por região

Um levantamento feito pela empresa de gestão de frotas ValeCard aponta que a gasolina subiu 17,6% em sete meses nos postos brasileiros. O combustível fóssil teve aumento de 1,83% em dezembro, na comparação com o mês anterior, e está sendo negociado a R$ 4,71 por litro.

As maiores altas do combustível nos últimos sete meses aconteceram no Amazonas (4,61%) e em Pernambuco (3,65%). São Paulo (0,85%) e Goiás (0,92%) foram as regiões com menor avanço no preço da gasolina. Os dados foram coletados pela ValeCard com base nos cartões de abastecimento de cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados por todo o País.

Valores por região

Na Região Sudeste do Brasil, o Rio de Janeiro registrou os preços mais altos para a gasolina em dezembro, na faixa de R$ 5,03 por litro. O Estado vizinho, São Paulo, teve os menores preços, na casa de R$ 4,36.

No Sul, Santa Catarina tem o menor preço para a gasolina, que pode ser encontrada a R$ 4,31 nas bombas. O Rio Grande do Sul tem os maiores preços, na média de R$ 4,65. Para a Região Centro-Oeste, a gasolina mais cara foi encontrada em Goiás, onde está sendo cobrada por R$ 4,78 o litro. O Distrito Federal tem a gasolina mais barata da região, por R$ 4,66.

No Nordeste, a gasolina mais barata foi encontrada na Paraíba, por R$ 4,61. Já a mais cara foi vendida em Alagoas, por R$ 4,96. Por fim, na Região Norte, os maiores preços para a gasolina foram registrados no Acre, onde é negociada por R$ 5,21. O Amapá tem as melhores condições da região, onde o litro é negociado por R$ 4,43.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários