Segundo estudo da Ticket Log, valor médio da gasolina no Brasil ficou em R$ 4,78 na primeira quinzena de janeiro
Divulgação
Segundo estudo da Ticket Log, valor médio da gasolina no Brasil ficou em R$ 4,78 na primeira quinzena de janeiro

O preço da gasolina começou o ano acima do valor registrado em todos os meses de 2020, segundo levantamento do índice Ticket Log. O combustível fóssil está 19,5% acima da média do mês com preços mais baixos do ano passado. 

Segundo o estudo, a gasolina teve preço médio de R$ 4,78 na primeira quinzena de janeiro. O valor é 1,92% mais caro que a média do litro no fechamento de dezembro. Na comparação com o último mês de maio, quando a gasolina atingiu seu menor valor em 2020, a alta é de 19,5%.

Os especialistas da Ticket Log, empresa focada em soluções de abastecimento, avaliam que a gasolina continua compensando mais que o etanol em 20 estados brasileiros.

Você viu?

“O litro da gasolina é 6% mais barato na Região Sul do que na Região Nordeste. Ainda assim, todos os Estados em ambas as regiões têm o combustível com vantagem em relação ao etanol. O IPTL deste mês, no entanto, nos mostra que a gasolina teve aumento em todos os Estados”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil, controladora da Ticket Log.

Preço por região

O Amapá tem o menor preço para a gasolina, onde o combustível é comercializado pelo valor médio de R$ 4,24 em janeiro. O Acre tem a gasolina mais cara do país, com preços na faixa de R$ 5,20 pelo litro, seguido pelo Rio de Janeiro, onde cobra-se R$ 5,09.

O maior aumento foi registrado no Amazonas, onde o preço da gasolina teve elevação de 4,43% em relação a dezembro e é comercializado a R$ 4,530. Na comparação com as outras regiões, o Nordeste tem a gasolina mais cara, com média de R$ 4,846, um aumento de 1,79% em relação a dezembro. Na Região Sul, que tem o menor preço, o aumento foi de 2,08%, e a média de preço está em R$ 4,574.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários