Honda City 2021 perde espaço por estar mais defasado que os rivais; nova geração chega em breve
Divulgação
Honda City 2021 perde espaço por estar mais defasado que os rivais; nova geração chega em breve

Prestes a mudar, o Honda City continua oscilando entre os sedãs compactos. Segundo os resultados publicados pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), o sedã mais barato da Honda emplacou 604 unidades em janeiro de 2021 – quase metade dos 1.122 emplacamentos do mês de dezembro de 2020.

A oscilação nas vendas do Honda City já virou rotina. Em novembro de 2020, o modelo emplacou 642 unidades, ficando abaixo do resultado do mês anterior, quando emplacou 733 unidades. Ao todo, a Honda vendeu 7.280 unidades do City no acumulado de 2020, ficando atrás de Toyota Yaris Sedan (16.128), Volkswagen Virtus (30.880) e Chevrolet Onix Plus (83.392).

Se compararmos os resultados do Honda City em 2020 com os números de 2016 –  ano em que emplacou bem e foi o segundo mais vendido da categoria –  o modelo sofreu uma queda-livre.

Em cinco anos, o sedã compacto da Honda caiu de 15.422 para 7.280 em seu volume anual de vendas; retração de 47,2%, segundo os dados da Fenabrave. A reportagem de iG Carros entrou em contato com a Honda para saber se existe alguma razão para essa oscilação nas vendas, mas até o fechamento da edição desta matéria não recebemos resposta. 

Você viu?

Nova geração

Os números evidenciam algo que a Honda já está providenciando: o City precisa de uma nova geração no Brasil, com urgência. Além do design datado, o modelo não conta com recursos que já são comuns entre os sedãs compactos, como controle de estabilidade e tração. 

A próxima geração do City já estreou em mercados importantes para a Honda , como Tailândia e Índia. O Brasil é o próximo país na fila, mantendo a produção local – dessa vez em Itirapina (SP) – para que o sedã compacto seja adaptado ao gosto nacional.

O Honda City que chegará ao Brasil em 2021, provavelmente como modelo 2022, poderá contar com motor turbo, novo câmbio CVT, seis airbags (frontais, laterais e cortina) como equipamentos de série, se seguir a receita dos irmãos orientais. Assistências eletrônicas, como controles de estabilidade e tração, enfim, estarão presentes no sedã, cuja nova geração já foi flagrada em testes no País. 

A Honda também tem planos de lançar uma versão hatch do City para concorrer diretamente com Chevrolet Onix , VW Polo e Fiat Argo . Atualmente, o único modelo da fabricante com valores compatíveis com estes veículos é o Fit. 

Veja os 10 sedãs compactos mais vendidos do Brasil em janeiro

Modelo                             Unidades
Chevrolet Onix Plus 7.139
Hyundai HB20S 1.915
Volkswagen Virtus 1.903
Toyota Yaris Sedan 1.461
Nissan Versa 1.088
Fiat Cronos 1.031
Honda City 604
Chery Arrizo 5 116




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários