Mercedes-Benz Classe C: nova geração do modelo deverá chegar ao Brasil entre o fim do ano e o início de 2022
Divulgação
Mercedes-Benz Classe C: nova geração do modelo deverá chegar ao Brasil entre o fim do ano e o início de 2022


A Mercedes-Benz mostra a quinta geração do Classe C em suas variações sedã e a perua. Maior e mais tecnológico que o antecessor, o modelo se destaca ainda pelo fim da oferta dos motores de seis e oito cilindros, substituídos por propulsores eletrificados.


Modelo mais vendido da marca na última década, com mais de 2,5 milhões de unidades vendidas apenas da quarta geração, lançada em 2014, o novo Mercedes-Benz Classe C será produzido nas fábricas de Bremen (Alemanha), Beijing (China) e East London (África do Sul).

Com 4,751 m de comprimento, 1,82 m de largura e entre-eixos de 2,865 m, a nova geração cresceu em quase todas as medidas, com exceção da altura da carroceria, que ficou 0,9 cm mais baixa no sedã e 0,7 cm na perua.

De acordo com o fabricante, essas alterações resultaram em um ganho de 2,2 cm no espaço para os ombros na dianteira e 1,5 cm na traseira. Cresceu também o espaço para a cabeça dos ocupantes do banco traseiro, em 1,1 cm na station wagon e 1,3 cm no sedã.

Já para os joelhos, o vão-livre para os assentos dianteiros aumentou 3,5 cm. No visual, a Mercedes-Benz se inspirou no recém-renovado Classe S e no CLA.


Você viu?

O principal destaque é a tela no console central (de 9,5" ou 11,9"), que não elimina totalmente os botões físicos, mas concentra os comandos de boa parte dos sistemas do veículo, como o sistema multimídia inteligente MBUX de 2ª geração.

Outro item vindo do Classe S , traz um assistente virtual mais interativo, que é capaz de interagir inclusive com os sensores de uma casa inteligente, além de um sistema de navegação com realidade aumentada. Essa tela faz par com o quadro de instrumentos digital, que pode ter uma tela de 10,25" ou 12,3".

Motores de quatro cilindros

Linha de motores do novo Classe C traz apenas motores de quatro cilindros, com potências entre 170 e 265 cv
Divulgação
Linha de motores do novo Classe C traz apenas motores de quatro cilindros, com potências entre 170 e 265 cv


Mecanicamente, além de novidades como a opção das rodas traseiras direcionais — combinadas ao sistema de estacionamento automático — o Classe C vai abandonar pela primeira vez em sua história os motores V6 e V8, que tradicionalmente equipavam as versões de topo e as esportivas AMG.

Toda a gama será composta por motores diesel e gasolina de quatro cilindros e dotados da tecnologia híbrida-leve. A opção mais acessível da linha, a C 180 , traz um motor 1.5 de 170 cv, enquanto o topo de linha C 300 usa um 2.0 turbo de 258 cv. Já as variações diesel (C 220d e C 300d) usam o mesmo motor 2.0, porém com 200 e 265 cv, respectivamente.

Futuramente, a gama do Classe C da quinta geração vai incluir também uma variante híbrida plug-in, combinando um motor 2.0 turbo, a gasolina, com um outro elétrico, de 129 cv, podendo rodar até 100 km apenas com a carga das baterias. Podemos esperar também as variações AMG . Porém, com motores de quatro cilindros, somente.

Na Europa, a pré-venda do novo Mercedes-Benz Classe C começa em março, com a entrega das primeiras unidades previstas para o início do segundo semestre, chegando posteriormente a outros mercados do mundo. No Brasil, a estreia pode acontecer entre o fim do ano e o início de 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários