Lançado em 2014 no mercado internacional, o Jeep Renegade chegou ao mercado brasileiro em março do ano seguinte, como o primeiro modelo produzido na nova fábrica de Goiana (PE). Menor SUV da marca americana conhecida pelos seus veículos utilitários, o Renegade foi também o primeiro Jeep brasileiro em mais de 30 anos, encerrando o jejum deixado pelo fim da produção do CJ-5, em 1983.


O Jeep Renegade foi oferecido desde o início no Brasil em versões equipadas com o motor 1.8 flex da família E.torQ, que podia ser combinado somente à tração dianteira, e também o 2.0 turbodiesel da linha TigerShark, sempre casado ao sistema de tração 4x4.

A trajetória do SUV compacto da Jeep por aqui  é marcada pelas séries especiais com visual bem diferenciado, como o Willys (2019) cujos detalhes de estilo remetiam ao modelo MB da época da Segunda Guerra Mundial. Esse padrão se repetiu no exterior, com algumas edições limitadas e versões de linha que nunca foram oferecidas por aqui. Confira algumas delas a seguir.

1 - CJ-5 Renegade

Jeep CJ-5 Renegade: clássico da marca vem com motor V8 a gasolina entre os equipamentos de série
Divulgação
Jeep CJ-5 Renegade: clássico da marca vem com motor V8 a gasolina entre os equipamentos de série


O SUV compacto Renegade não foi o primeiro carro da Jeep a utilizar este nome. A mesma nomenclatura foi empregada para designar um pacote de equipamentos dos modelos CJ-5 e CJ-7 feitos nos Estados Unidos nos anos 1970 e 1980.

O CJ-5 Renegade trazia um visual menos espartano que o do carro original, com faixas laterais, cores mais chamativas e rodas de liga leve de série. Já o motor era um 5.0 V8, capaz de desenvolver 152 cv.

Renegade Van

Jeep Renegade Van: versão feita para levar carga acaba sendo um utilitário que pode vir com motor turboodiesel
Divulgação
Jeep Renegade Van: versão feita para levar carga acaba sendo um utilitário que pode vir com motor turboodiesel



Um produto que é relativamente comum em alguns países europeus são os SUVs e outros tipos de veículos de passeio em versões para uso comercial. Nem o Jeep Renegade escapou desta tradição.

Você viu?

Entre 2015 e 2018, o SUV vendido no mercado holandês na versão Van, que trocava os vidros traseiros por chapas de aço e ganhava uma divisória interna para separar os assentos dianeiros do compartimento de carga. A gama de motores era bem completa, com opções a diesel e gasolina, incluindo o mesmo 2.0 turbodiesel das versões mais caras no Brasil.

Renegade do Batman

Jeep Renegade
Divulgação
Jeep Renegade "Dawn of Justice": série limitada faz alusão ao Batman, um dos super-heróis mais famosos do cinema


Em 2016, a Jeep lançou nos Estados Unidos o Renegade "Dawn of Justice" , numa referência ao filme "Batman vs Superman: A Origem da Justiça", lançado naquele mesmo ano.

A carroceria preta era combinada a rodas e detalhes de acabamento na mesma tonalidade, para dar ao modelo um ar próximo ao do Batmóvel, além de receber um logotipo estilizado com o símbolo do Homem-Morcego. O Renegade do Batman estava equipado com um motor 1.6 turbodiesel de 120 cv.

Renegade "Tough Mudder"

Jeep Renegade Tough Mudder: outra série especial que não chegou a ser vendida no mercado brasileiro
Divulgação
Jeep Renegade Tough Mudder: outra série especial que não chegou a ser vendida no mercado brasileiro



Em parceria com os organizadores do evento de resistência física  Tough Mudder , a Jeep lançou em 2017 nas ilhas britânicas uma edição limitada do Renegade com este nome.

Na série especial, o motor 2.0 turbodiesel, mas em uma versão de 140 cv, era combinado à tração 4x4 e ao câmbio automático de nove marchas, enquanto o para-choque frontal era o mesmo da versão Trailhawk. Outro diferencial eram as rodas de 17" com pneus do tipo M+S, próprios para uso em lama e neve.

Renegade Upland

Jeep Renegade Upland: versão mais acessível lançada na Europa em 2017 tinha cores chamativas
Divulgação
Jeep Renegade Upland: versão mais acessível lançada na Europa em 2017 tinha cores chamativas



O Renegade Upland foi lançada na Europa em 2017, como uma variação mais acessível do Renegade para uso fora-de estrada. Trazia o mesmo para-choque dianteiro da versão Trailhawk e a tração 4x4, porém combinada à versão de 140 cv do motor 2.0 turbodiesel.

A mesma ideia básica acabou sendo empregada no mercado brasileiro pela Jeep no Renegade Moab, que traz uma lista de equipamentos mais enxuta, mas combinada ao mesmo conjunto mecânico do Trailhawk, composto pelo 2.0 turbodiesel de 170 cv, câmbio automático de nove marchas e tração 4x4.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários