Os motivos principais para recalls envolvem airbags, sistemas eletrônicos e combustível; saiba mais
Divulgação
Os motivos principais para recalls envolvem airbags, sistemas eletrônicos e combustível; saiba mais

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) agora passa a exigir o cumprimento do calendário de recalls do veículo para a aprovação do licenciamento anual. Este aviso é feito pelas fabricantes ao Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e é executado gratuitamente nas concessionárias.

O proprietário tem várias possibilidades para se atualizar sobre os recalls . Para saber se seu veículo está enquadrado em uma campanha de chamamento, basta acessar o site da fabricante na seção de recalls, digitar o modelo e a placa. Com esses dados, a montadora irá identificar o chassi e apontar se existem reparos pendentes .

O aplicativo Papa Recall , disponível para iOS e Android, também é alternativa. Para utilizá-lo, o motorista deverá cadastrar seu veículo. As notificações sobre recalls surgirão automaticamente, de acordo com o modelo registrado. As campanhas de chamamento são fundamentais para garantir mais segurança no trânsito , tanto para o condutor quanto para terceiros.

Segundo o CEO do Papa Recall, Vinicius Melo, houve redução de 13,6% no número de recalls e queda de 42% na quantidade de modelos envolvidos no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o último trimestre de 2020. Os motivos principais envolvem airbags , sistemas eletrônicos e combustível .

Por outro lado, a Papa Recall repercute que a quantidade de fabricantes de veículos envolvidas em chamadas aumentou 25% na comparação com 2021. O aplicativo divulga que 36,5% das fabricantes de automóveis cadastradas em sua base de dados lançaram ao menos uma campanha de recall

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários