Renault Alaskan fabricada na Argentina ainda poderá ser trazida ao Brasil depois de muitas idas e vindas
Divulgação
Renault Alaskan fabricada na Argentina ainda poderá ser trazida ao Brasil depois de muitas idas e vindas

A Renault anunciou recentemente que pretende importar a picape Alaskan para o Brasil. O modelo que é um clone da Frontier da Nissan é fabricado na planta na Fábrica Santa Isabel em Córdoba onde também produz a versão japonesa do utilitário através da aliança Nissan-Renault.

Em nota, o presidente da Renault Argentina , Pablo Sibilla, revelou que retomou as negociações para importar a picape Alaskan também para o Chile e Colômbia como parte de sua estratégia de transformar a Argentina na plataforma de veículos comerciais da América Latina.

Hoje a produção da Alaskan , até então, estava 100% destinada ao suprimento da demanda local, mas a projeta um aumento da produção que poderá ocorrer no final do ano, segundo Pablo Sibilla, presidente da Renault Argentina.

“Estamos trabalhando no salto das exportações, conversando com parceiros do Brasil , Chile e Colômbi a para ver o modelo de negócios que fará a Argentina retomar lucratividade”, disse Pablo Sibilla. “A ideia é transferir toda a produção para a Argentina para esses mercados, já falando em 2022 por questões de homologação que demoram”, acrescentou.

Lançada no final de 2020 na Argentina , a Renault Alaskan é comercializada em sete versões, com opção de tração 4x2 e 4x4 , câmbio manual e automático e duas configurações de motor como a 2.3 turbo diesel de 160 cv de potência e a 2.3 a diesel , porém biturbo, com potência de 190 cv. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários